Feeds:
Artigos
Comentários

Archive for Outubro, 2013

Kakitani é uma pérola nipónica

Kakitani é uma pérola nipónica

O recente sucesso de Fredy Montero no futebol português deverá servir para abrir os olhos de muita gente para campeonatos menos mediáticos do futebol mundial, sendo o Japão, com a sua J-League, um dos exemplos de uma liga com muitos futebolistas de qualidade e pronto a ser descobertos pelos olheiros europeus.

Ainda há relativamente pouco tempo, aproveitei este espaço para falar do goleador Masato Kudo, ponta de lança que vai brilhando com inúmeros golos do Kashiwa Reysol e que começa a dar os primeiros passos na selecção principal nipónica, mas hoje vou deter-me noutro japonês que actua em posições um pouco mais recuadas no terreno, mais concretamente o médio-ofensivo Yoichiro Kakitani, do Cerezo Osaka.

Nascido a 3 de Janeiro de 1990 em Osaka, Japão, Yoichiro Kakitani actua no Cerezo Osaka desde 2006, ainda que tenha estado emprestado ao Tokushima Vortis entre 2009 e 2011, altura em que somou 101 jogos e 14 golos pelo modesto clube nipónico.

Esse empréstimo, valha a verdade, foi importantíssimo no crescimento do médio-ofensivo japonês, pois, desde que regressou ao Cerezo Osaka, o jogador explodiu definitivamente, assumindo-se agora como um médio-ofensivo de grande capacidade construtiva, mas, também de grande talento na finalização, ou não tivesse feito 36 golos em 75 jogos entre 2012 e 2013.

Um “9,5” que também pode jogar à esquerda

Yoichiro Kakitani é, essencialmente, um jogador que pode fazer duas posições com o mesmo talento e eficácia: falso extremo-esquerdo em constantes diagonais de fora para dentro e onde possa procurar zonas de finalização; ou uma espécie de “9,5” que vagueia entre a posição de médio-ofensivo e a de avançado de suporte, num futebol de grande requinto técnico, que tanto é importante na construção de jogo para os companheiros, como, ao mesmo tempo, é letal na procura de desequilíbrios e da baliza.

Com a capacidade de jogar com os dois pés com a mesma qualidade, o internacional japonês (5 jogos, 3 golos) tem uma técnica fabulosa, assim como uma reputada visão de jogo, conseguindo, portanto, encontrar sempre linhas de passe e o melhor destino para um esférico que, dos seus pés, sai sempre redondo e jogável.

Driblador de classe e um frio finalizador, Yoichiro Kakitani é um daqueles futebolistas a quem não pode ser dada uma nesga de espaço, sendo certo que seria um jogador para ter um impacto imediato, mesmo no mais exigente futebol europeu.

Read Full Post »