Feeds:
Artigos
Comentários

Archive for the ‘Olho Clínico (Liga Orangina)’ Category

André Silva é um finalizador letal

André Silva é um finalizador letal

Depois de alguns rumores de que poderia mudar-se para o estrangeiro, a verdade é que André Silva acabou por renovar contrato com o FC Porto até 2019, mantendo assim os azuis-e-brancos um ponta de lança que, pelas suas qualidades, poderá ser um dos jogadores que poderá ajudar a terminar com os crónicos problemas que Portugal revela há imensos anos ao nível da posição “nove”.

André Miguel Valente da Silva nasceu a 6 de Novembro de 1995, em Gondomar, e passou pelas camadas jovens do Salgueiros e do Boavista antes de chegar ao FC Porto, onde tem consolidado o seu estatuto de grande promessa do futebol português.

Na equipa B dos azuis-e-brancos, que representa desde a temporada transacta, já soma 26 jogos (quatro como titular) e três golos, sendo que os números poderiam ser ainda mais significativos se o internacional sub-19 português não tivesse ficado afastado da equipa durante grande parte da actual temporada, isto devido à demora no seu processo de renovação com o FC Porto.

Um verdadeiro homem de área

André Silva é um puro “nove” de área, que se destaca essencialmente por ser um finalizador frio e eficaz, que raramente desperdiça uma verdadeira oportunidade de golo, seja com a cabeça ou com os pés.

Muito trabalhador e com uma maturidade assinalável para os seus 19 anos, o jogador do FC Porto B é também um ponta de lança que joga muito bem de costas para a baliza e que apresenta uma mobilidade assinalável, sabendo cair para os flancos sempre que necessário.

Por fim, pela sua envergadura física (185 cm e 77 kg) e a referida capacidade de trabalho, é então um atacante que vai desgastando as defesas contrárias, sendo claro que se trata de um “nove” completo e que, a manter a evolução, chegará certamente aos grandes palcos nacionais e internacionais.

Anúncios

Read Full Post »

Iuri Medeiros é um talento leonino

Iuri Medeiros é um talento leonino

O açoriano Iuri Medeiros é uma das grandes promessas do Sporting Clube de Portugal, podendo assumir-se como mais um extremo de qualidade a sair das camadas jovens verde-e-brancas.

Nascido a 10 de Julho de 1994 na Horta, Açores, Iuri José Picanço Medeiros é um produto das escolas do clube verde-e-branco, sendo internacional português nos escalões de sub-15, sub-16, sub-17 e sub-18.

Nos leões, foi sempre peça importante das equipas que representou, com os números do extremo-esquerdo açoriano a provarem esse facto (14 golos em 25 jogos nos Iniciados em 2008/09, 18 golos em 25 jogos nos Juvenis em 2009/10, 15 golos em 29 jogos nos Juvenis em 2010/11 e 13 golos em 34 jogos nos Juniores em 2011/12.

Na actual temporada, tem alternado entre os juniores e o Sporting B, somando já 449 minutos de utilização na equipa secundária verde-e-branca. Por outro lado, tem brilhado na NextGen, onde soma três golos e é uma peça importantíssima na manobra ofensiva de uma equipa verde-e-branca que já está apurada para os quartos de final.

Como joga?

Iuri Medeiros é preferencialmente um extremo-esquerdo, sendo veloz, tecnicista e fortíssimo nos lances de um contra um. Para além disso, é forte no capítulo do passe, cruzando e servindo bem os companheiros.

Bom finalizador, peca por ainda não revelar a maturidade necessária para o definitivo salto para o patamar de jogadores como Eric Dier ou mesmo João Mário. O talento, todavia, está lá e é imenso.

Pelas suas características, o jovem açoriano também poderá actuar noutras posições do ataque, sendo credível que também seja utilizado, por exemplo, como segundo avançado.

Read Full Post »

Stefanovic no Santa Clara

Stefanovic no Santa Clara

Na equipa B do FC Porto actua um guarda-redes sérvio de grande talento e potencial, que já levava um ano de futebol português ao serviço do Santa Clara: Igor Stevanović.

Igor Stefanović nasceu a 17 de Julho de 1987 em Svrljig, Sérvia, e iniciou a sua carreira no Radnicki Nis, clube onde se estrou profissionalmente em 2004/05. Nesse modesto clube sérvio, o guarda-redes haveria de fazer 51 jogos oficiais, até se transferir para o Zemun a meio da temporada 2006/07.

A partir desse momento, o guarda-redes passou a actuar com menos frequência, tendo passado também por clubes como o FK Vozdovac e o Borac, antes de chegar aos macedónios do Rabotnicki em 2010/11. Nesse clube de Skopje, Igor Stefanović fez 14 jogos e as suas boas exibições valeram-lhe uma transferência para o Santa Clara.

No clube açoreano, o guarda-redes sérvio foi titularíssimo (38 jogos) em 2011/12, chamando à atenção do FC Porto, que o contratou para esta temporada de 2012/13, colocando-o na recém-criada equipa B azul-e-branca, onde já leva 15 jogos realizados.

Como joga?

Igor Stefanović é um guarda-redes de grande porte atlético, mostrando-se eficaz e destemido nos lances aéreos. Inteligente no posicionamento e elástico, o sérvio é capaz de defesas de grau de dificuldade muito elevado, ainda que prefira a segurança e a sobriedade à espectacularidade.

Neste momento, com 25 anos, e com grande potencial, trata-se de uma aposta de futuro dos azuis-e-brancos que, por certo, acreditam que o sérvio poderá chegar à equipa principal em breve.

Read Full Post »

Fábio Martins pode vir a ser um falso extremo de renome

Na equipa B do FC Porto actua um avançado de grande talento individual e que pode singrar com facilidade na faixa média-alta do futebol português: Fábio Martins.

Fábio Santos Martins nasceu a 24 de Julho de 1993 em Mafamude e é um produto das escolas do FC Porto, tendo passado por todas as etapas de formação dos azuis-e-brancos até chegar ao futebol sénior.

Esta temporada, no rescaldo de uma excelente época de 2011/12 na equipa de Juniores (13 golos em 31 jogos), Fábio Martins foi integrado na equipa do FC Porto B, procurando continuar a evoluir o seu talentoso futebol. Neste momento, o talentoso jogador já leva nove encontros realizados pelo conjunto secundário azul-e-branco.

Como joga?

Fábio Martins é um atacante que actua preferencialmente sobre as alas, sendo veloz, tecnicista e bastante efectivo com a bola nos pés. Inteligente e objectivo, procura sempre a baliza, sendo usual que marque bastantes golos, mesmo jogando em posições exteriores.

Pelas suas características, é um jogador que tem tudo para se transformar num falso extremo de grande qualidade, daqueles que se tornam letais quando efectuam diagonais de fora para dentro.

Veremos como os responsáveis portistas moldam esta pequena pérola, todavia, é certo que Fábio Martins tem o potencial para se tornar um jogador do género de Silvestre Varela.

Read Full Post »

Ivan Cavaleiro é o goleador do Benfica B

Apesar de estar uns furos abaixo da performance do seu rival do outro lado da segunda circular, o Benfica B também tem demonstrado boa qualidade individual e colectiva, destacando-se elementos como André Gomes e, também, o extremo goleador: Ivan Cavaleiro.

Ivan Ricardo Neves Abreu Cavaleiro nasceu a 18 de Outubro de 1993 em Vialonga e iniciou a sua carreira no clube da sua terra natal. Posteriormente, em 2006/07, saltou para o Benfica, clube que representa até este momento, tendo, pelo meio, um empréstimo de uma temporada ao Belenenses.

Nos encarnados, este talentoso atacante que tanto pode jogar junto às alas como em zonas centrais, somou 15 golos no Nacional de Juniores na temporada passada, tendo sido integrado esta época na equipa B do Benfica, onde já leva sete golos em nove jogos.

Como joga?

O jovem avançado português, de 18 anos, é um jogador rápido, ágil e tecnicista, que remata bem com o seu pé direito. Posicionalmente, é preferencialmente um extremo-direito, podendo também actuar no outro flanco ou, inclusivamente, como segundo avançado.

Raçudo e generoso, é um elemento que sabe jogar em equipa, tendo, no entanto, ainda de ser lapidado para atingir um patamar que lhe permita chegar à primeira equipa do Benfica.

Read Full Post »

Pedro Mendes é uma promessa

O Sporting B tem feito uma surpreendente campanha na Liga de Honra e um dos seus jogadores mais emblemáticos é o defesa-central e capitão de equipa: Pedro Mendes.

Pedro Filipe Teodósio Mendes nasceu a 1 de Outubro de 1990 em Neuchatel, Suíça, mas iniciou o seu percurso futebolístico já em Portugal, em 1999, ao serviço do Real Massamá. Em 2005/06, mudou-se para o Sporting, clube onde concluiu o seu processo de formação, antes de ser emprestado a Real (24 jogos, 1 golo, em 2009/10), Servette (15 jogos em 2010/11) e Real Madrid (23 jogos pela equipa secundária e um jogo pela equipa principal em 2011/12).

Nesta temporada de 2012/13, Pedro Mendes regressou ao Sporting para representar a recém-criada equipa B dos leões e já leva dez jogos pelo conjunto que lidera a Liga de Honra

Como joga?

Pedro Mendes é um defesa-central elegante, que demonstra velocidade, inteligência posicional e boa qualidade técnica. Forte na antecipação e no desarme, o jovem central também é bastante efectivo nas dobras, assumindo-se como um autêntico líder do sector recuado.

Neste momento, à beira dos 22 anos, está na altura certa para dar um salto para um patamar superior, esperando-se que esta época de 2012/13 sirva para esse mesmo objectivo.

Read Full Post »

Stéphane no Olhanense

No Atlético Clube de Portugal da Liga Orangina evolui um bom defesa-esquerdo oriundo das camadas jovens do FC Porto. Refiro-me, obviamente, a Stéphane.

Nascido a 1 de Novembro de 1989 em Bingerville, Costa do Marfim, Stéphane Agbre Dasse é, ainda assim, um internacional burquinês que chegou ao futebol português em 2006 para representar os júniores do FC Porto.

Entre 2008 e 2010, o jogador esteve emprestado ao Olhanense, mas se a primeira época, na Liga de Honra, foi positiva para o burquinês (30 jogos), a segunda, no escalão principal, não foi famosa, pois Stéphane apenas foi utilizado em seis jogos oficiais.

Atlético é o seu terceiro destino distinto por empréstimo do FC Porto

Assim sendo, foi sem surpresa que, na temporada passada, o jogador voltou a ser emprestado a um clube da Liga Orangina, neste caso o Penafiel, clube onde foi utilizado com relativa regularidade (17 jogos), mas sem ter explodido como os responsáveis azuis-e-brancos por certo esperariam.

Acreditando que o internacional pelo Burquina Faso precisa ainda de maior experiência competitiva, os responsáveis técnicos dos dragões voltaram a emprestar Stéphane nesta temporada, sendo que, desta feita, o destino foi o Atlético. No clube da Tapadinha, o burquinês assume-se como titular indiscutível e um dos bons valores do Atlético, somando vinte jogos e boas exibições individuais.

Lateral-esquerdo precisa de ganhar inteligência posicional

Stéphane é um jogador rápido e raçudo que defende com segurança e ataca com critério, podendo ser usado como defesa-esquerdo mais posicional e conservador ou, caso o treinador pretenda, funcionando como elemento de maior risco, avançando mais no terreno.

Um dos pontos fracos do jovem burquinês, todavia, é alguns momentos de desconcentração posicional que fazem com que Stéphane cometa erros graves no sector defensivo.

Contudo, pelas suas características que dispõe, e caso consiga se tornar um jogador mais “concentrado” do ponto de vista táctico, estou certo que o burquinês tem futebol mais que suficiente para actuar no principal escalão do futebol português.

Read Full Post »

Older Posts »