Feeds:
Artigos
Comentários

Archive for the ‘Um olho no Futsal’ Category

Stefano Mammarella foi a estrela da prova

O Montesilvano sagrou-se vencedor da Taça UEFA em Futsal após superar o Benfica (3-0) nas meias-finais e o Sporting na final (5-2) da mais importante competição europeia da modalidade. Com uma grande organização defensiva e um extraordinário guarda-redes (Stefano Mammarella), a equipa transalpina fui sustendo os ataques das equipas portuguesas e soube sempre ser eficaz quando tinha que atacar. Assim sendo, pode-se dizer que acabou por ser com uma variante do catenaccio que o Montesilvano acabou por superar os dois gigantes de Lisboa e, dessa forma, suceder ao Benfica como campeão europeu.

Semi-final: Sporting 3-2 Kairat (CAZ)

O primeiro encontro desta final four da Taça UEFA colocou frente a frente o Sporting e os cazaques do Kairat. Tratou-se de um duelo em que o Sporting demonstrou ser superior, mas em que alguma ineficácia ofensiva impediu os leões de resolver o jogo mais cedo.

De facto, quando os verde-e-brancos chegaram ao 2-0 a meio da segunda parte, tratava-se de um resultado lisonjeiro para o Kairat, mas a injustiça iria agravar-se quando a equipa do Cazaquistão chegou ao empate com dois golos de rajada.

Nessa fase, valeu o sangue frio dos leões, que conseguiram voltar à vantagem com um golo de Caio Japa e segurar a magra vantagem (3-2) até final.

Semi-final: Benfica 0-3 Montesilvano (ITA)

Durante a primeira parte da partida, o Benfica dominou o jogo, mas foi incapaz de superar aquele que seria a estrela desta final four, o guarda-redes do Montesilvano: Stefano Mammarella.

A situação da equipa portuguesa haveria de se agravar quando, ao início da segunda parte, os italianos fizeram o primeiro golo, colocando o Benfica sobre pressão.

Até final, os encarnados fizeram de tudo para chegar à igualdade, mas os italianos demonstraram grande segurança defensiva e eficácia no ataque, conseguindo, inclusivamente, marcar mais dois golos nos últimos minutos do desafio e apurarem-se para a final com um triunfo por 3-0.

Final: Sporting 2-5 Montesilvano (ITA)

Depois do Benfica ter perdido o terceiro lugar para o Kairat (3-3 (3-4) g.p), a sorte continuou a não bafejar as equipas portuguesas e o Sporting acabou copiosamente derrotado pelo Montesilvano na final da prova.

Após uma primeira parte em nunca conseguiu superar a barreira defensiva italiana e ainda conseguiu sofrer quatro golos, quase todos em jogadas de rápidos e exímios contra-ataques, o Sporting ainda tentou reagir na segunda metade, contudo, o 5-0 a dez minutos do final acabou com as ténues chances leoninas.

Até ao apito final, o Sporting nunca perdeu a dignidade e ainda conseguiu reduzir para 5-2, todavia, foi escasso para tirar o título a uma equipa italiana que pode não jogar o mais bonito dos “futsais” mas foi inteligente na forma eficaz e objectiva como se exibiu no Cazaquistão.

Classificação final:

  1. Montesilvano (ITA)
  2. Sporting
  3. Kairat (CAZ)
  4. Benfica
Anúncios

Read Full Post »


Paulo Fernandes bem tentou motivar os encarnados

O Benfica não foi feliz nesta participação na Taça Intercontinental de Futsal, não tendo passado do terceiro lugar, após ter perdido os dois primeiros jogos com os brasileiros do Carlos Barbosa (3-4) e os espanhóis do Inter Movistar (2-4), tendo apenas vencido a frágil equipa tailandesa do Bank Rbak por oito bolas a uma.

No primeiro duelo, com a equipa brasileira, os encarnados foram traídos pela ansiedade e, também, pela falta de sorte na finalização, sendo que o Carlos Barbosa também beneficiou da excelente exibição do seu guarda-redes Lavoisier para acabar por triunfar pela margem mínima (4-3).

No segundo duelo, decisivo para as águias após a derrota no jogo inaugural, o Benfica voltou a não parecer estar na sua melhor forma física e psicológica, acabando por voltar a perder, desta feita diante de uma equipa mais possante e seguramente mais adulta que o Carlos Barbosa. Assim sendo, apesar de um jogo muito disputado, o 4-2 para a equipa espanhola não mereceu qualquer discussão.

Após duas derrotas, restava ao Benfica jogar para a sua honra, diante de uma equipa muito frágil para estas andanças, os tailandeses do Bank Rbak. Na verdade, sem acelerar muito, os encarnados acabaram por esmagar a frágil equipa asiática, vencendo o Bank Rbak por 8-1 e conquistando o terceiro lugar na competição intercontinental.

A Taça Intercontinental acabou por ser vencida pelo Inter Movistar que bateu no último jogo os brasileiros do Carlos Barbosa (2-1) e terminou a prova com três triunfos em outros tantos jogos.

Taça Intercontinental – Resultados e classificações:

1ª Jornada: Benfica 3-4 Carlos Barbosa / Inter Movistar 11-1 Bank Rbak

2ª Jornada: Benfica 2-4 Inter Movistar / Carlos Barbosa 13-1 Bank Rbak

3ª Jornada: Benfica 8-1 Bank Rbak / Inter Movistar 2-1 Carlos Barbosa

 

Classificação:

  1. Inter Movistar 9 pts
  2. Carlos Barbosa 6 pts
  3. Benfica 3 pts
  4. Bank Rbak 0 pts

Read Full Post »


Benfica quererá acabar a prova em festa

O Benfica disputa, a partir da próxima quinta-feira, em Madrid, a Taça Intercontinental de Futsal, defrontando os espanhóis do Inter Movistar (antigo Interviú), campeão em título, os brasileiros do Carlos Barbosa e os tailandeses do GH Bank Rbak Futsal, numa prova que será disputada em modelo de grupo, ou seja, todos irão jogar contra todos.

Desde que é reconhecida pela FIFA, a competição apenas não foi ganha pelo conjunto espanhol na primeira edição, em 2004, quando o Carlos Barbosa surpreendeu os espanhóis do Playas de Castellon (6-3) para ganhar o troféu. De facto, a partir daí, nos quatro anos seguintes, a final foi sempre disputada entre os espanhóis do Inter Movistar (então Interviú) e o Malwee/Jaraguá do Brasil, com a equipa castelhana a ganhar sempre o encontro decisivo.

Agora, depois de dois anos sem que a prova se realizasse, esta regressa com outro modelo (sem final) e com três equipas que se assumem como grandes favoritas (Inter Movistar, Carlos Barbosa e Benfica) e um outsider que poucas hipóteses terá de surpreender os outros adversários (GH Bank Rbak Futsal).

Na verdade, Benfica, actual detentor da UEFA Futsal Cup, disputa  uma competição em que os clubes portugueses participantes em edições anteriores (Benfica em 2004 e 2007) e Sporting (2007) nunca conseguiram alcançar a final. Ainda assim, numa fase de ouro do futsal português, as hipóteses dos encarnados são bastante credíveis e acredita-se que, mesmo numa prova disputada em Espanha, será possível às águias conquistarem a primeira Taça Intercontinental do futsal português.

Calendário da Taça Intercontinental de Futsal

1ª Jornada – Dia 10 de Março: Benfica vs Carlos Barbosa / Rbak Futsal vs Inter Movistar

2ª Jornada – Dia 12 de Março: Vencedor do Benfica/Carlos Barbosa vs Vencedor do Rbak Futsal/Inter Movistar & Derrotado do Benfica/Carlos Barbosa vs Derrotado do Rbak Futsal/Inter Movistar

3ª Jornada – Dia 13 de Março: Disputa dos jogos em falta para que todos tenham jogado contra todos

Read Full Post »

O seleccionador Jorge Braz colocou Portugal no Euro

Portugal apurou-se com distinção para o campeonato da Europa de 2012 a disputar na Croácia. Integrado num grupo de qualificação com Polónia (equipa anfitriã), Bielorússia e Macedónia, a equipa das quinas não deu quaisquer hipóteses aos seus adversários, vencendo todas as partidas e deixando o segundo classificado (Bielorússia) a cinco pontos de distância. Este é o quinto apuramento de Portugal para um campeonato da Europa (quarto consecutivo) e será uma nova oportunidade para que a selecção nacional tente alcançar o título europeu, situação que ficou perto de se verificar no Euro 2010, quando Portugal perdeu na final com a Espanha por quatro bolas a duas.

Uma qualificação sem precalços

Portugal disputou o apuramento para o Euro 2012 na Polónia entre 24 e 27 de Fevereiro, pensando, desde o primeiro momento, que a equipa anfitriã seria o seu adversário mais complicado.

A estreia, porém, foi diante da Macedónia, que, no papel, era o adversário mais acessível, mas que, no campo, se revelou a equipa mais complicada, com Portugal a vencer por apenas 3-1.

Esse resultado levou muitos adeptos a pensarem que Portugal poderia ter problemas no apuramento, até porque os dois jogos que se seguiam seriam com Bielorússia e Polónia, duas equipas de respeito, sendo que a Bielorússia até havia empatado (5-5) com Portugal na última edição do campeonato da Europa.

No entanto, a equipa das quinas revelou estar num excelente momento de forma e não deu hipóteses à Bielorússia (5-1), conseguindo, imediatamente, o apuramento para o Euro 2012, pois as combinações de resultados à segunda jornada deixavam Portugal com o primeiro lugar garantido.

Assim sendo, no último jogo, Portugal apenas cumpria calendário, enquanto a Polónia jogava as suas hipóteses de ainda ser um dos melhores segundos classificados e qualificar-se para o Europeu da Cróacia. Nesse jogo, diante daquela que se pensavas ser a equipa mais difícil do grupo, os lusos despacharam os polacos por 6-0, terminaram a qualificação em estilo e empurraram a Polónia para fora da competição.

Grupo 3 de Qualificação

  1. Portugal 9 pts. (Apurado)
  2. Bielorússia 4 pts.
  3. Polónia 2 pts.
  4. Macedónia 1 pt.

Os apurados para o Euro 2012

Apuraram-se para o campeonato da Europa: Croácia (equipa anfitriã), Espanha (vencedora do Grupo 1 de Qualificação), Azerbaijão (segundo classificado do Grupo 1), Rússia (vencedora do Grupo 2), Sérvia (segunda classificada do Grupo 2), Portugal (vencedor do Grupo 3), República Checa (vencedora do Grupo 4), Roménia (segunda classificada do Grupo 4), Ucrânia (vencedora do Grupo 5), Turquia (segunda classificada do Grupo 5), Itália (vencedora do Grupo 6) e Eslovénia (segunda classificada do Grupo 6).

Read Full Post »

O Sporting é um clube que dispensa apresentações no contexto do futsal português. Com a secção desse desporto fundada em 1988, os leões são o grande dominador do futsal português, somando nove títulos nacionais, duas taças de Portugal e quatro supertaças. Ainda assim, a grande lacuna dos verde-e-brancos nesse desporto continua a ser a ausência de um grande título internacional, sendo que o mais perto que o Sporting esteve de o conquistar foi em 2001/02, quando atingiu as meias-finais da UEFA Futsal Cup. Assim sendo, esta época, no Final Four a disputar no Cazaquistão, veremos se os leões conseguem suprimir essa lacuna e sangrarem-se campeões europeus.

Quem é o Sporting?

Fundada em 1988, a secção de futsal do Sporting Clube de Portugal tornou-se num nome incontornável no contexto do futsal nacional, tendo conquistado nove campeonatos nacionais, duas taças de portugal e quatro supertaças.

Internacionalmente, contudo, a equipa leonina nunca conseguiu conquistar qualquer troféu, tendo como participações mais interessantes o acesso à meia-final da Taça UEFA em 2001/02, assim como o terceiro lugar na Taça Intercontinental de 2006/07.

Ainda assim, o Sporting, actual campeão nacional, tem, este ano, tudo para finalmente conquistar uma competição internacional, pois é orientado pelo experiente Orlando Duarte e conta com jogadores de talento como João Benedito, Deo, Leitão, Pedro Cary, Caio Japa e o goleador Cardinal.

Equipa tipo:

João Benedito (GR); Caio Japa, Deo, Pedro Cary e Cardinal

Como se apurou?

Ao contrário do Benfica, o Sporting foi obrigado a disputar a Fase Principal, onde defrontou e venceu os eslovacos do Slov-Matic (2-1), os eslovenos do FC Kobarid (2-1) e os macedónios do Zelezarec (5-2), garantindo facilmente o primeiro lugar e consequente apuramento para a Ronda de Elite.

Classificação do Grupo 1 da Fase Principal

  1. Sporting 9 pts (apurado)
  2. Slov-Matic 6 pts (apurado)
  3. FC Kobarid 3 pts
  4. Zelezarec 0 pts

Se na Fase Principal, o apuramento leonino foi bastante tranquilo, previam-se maiores dificuldades na Ronda de Elite, até porque o Sporting iria defrontar a poderosa equipa espanhola do El Pozo Múrcia, para além dos checos do Era-Pack Cherudim e dos romenos do Târgu Mureş.

No primeiro jogo, a equipa leonina entrou com o pé esquerdo, e não foi além de um empate (4-4) diante dos checos do Era-Pack. Assim sendo, mesmo após superar os romenos do Târgu Mureş (4-1), o Sporting via-se obrigado a vencer a última jornada diante do El Pozo Múrcia, para estar presente no Final Four.

Aí, os verde-e-brancos fizeram um grande jogo e superaram a equipa espanhola por cinco bolas a três, vencendo o grupo e assegurando um lugar no Final Four da UEFA Futsal Cup.

Classificação do Grupo 2 da Ronda de Elite

  1. Sporting 7 pts (apurado)
  2. El Pozo Múrcia 6 pts
  3. Era-Pack Cherudim 4 pts
  4. Târgu Mureş 0 pts

As hipóteses do Sporting Clube de Portugal

A forma como os leões superaram o El Pozo demonstrou que a equipa verde-e-branca é um conjunto de elite no contexto do futsal europeu e, como tal, tem tudo para conquistar a Taça UEFA.

Curiosamente, dentro de todos os adversários, o mais perigoso deverá mesmo ser o Benfica que, além de ser o grande rival dos leões no campeonato nacional (para além do Belenenses), também é o actual campeão europeu em título.

Read Full Post »

O Benfica apenas formou a sua secção de Futsal em 2001, mas rapidamente se assumiu como um dos dominadores desse desporto em Portugal. Desde a fundação do sector, os encarnados já venceram cinco campeonatos nacionais, quatro taças de Portugal e o mais importante título de todos, a UEFA Futsal Cup, conquistada na temporada transacta. Único clube português a triunfar na principal competição de clubes do futsal europeu, o Benfica tentará, agora, conquistar o segundo título consecutivo na prova. Veremos se Sporting, Montesilvano e Kairat estão pelos ajustes.

Quem é o Benfica?

A secção de futsal do Sport Lisboa e Benfica foi fundada em 2001 e a equipa encarnada apenas demorou uma temporada a sagrar-se campeão nacional, pois triunfou logo no campeonato de 2002/03.

Desde essa data, as águias assumiram-se como uma das principais equipas portuguesas de futsal, tendo conquistado, a nível interno, cinco campeonatos nacionais, quatro taças de Portugal e quatro supertaças.

Internacionalmente, o palmarés do Benfica também é bastante rico, pois o Benfica já conquistou uma Taça UEFA em 2009/10 (3-2 na final diante dos espanhóis do Interviú) e foi finalista vencido da Taça UEFA em 2003/04 (1-4 e 4-3).

Treinada por Paulo Fernandes, a equipa do Benfica conta com grandes jogadores como Joel Queirós, Diece, Gonçalo Alves, Davi ou Arnaldo.

Equipa Tipo:

Bebé (GR); Joel Queirós, Arnaldo, Gonçalo Alves e Davi

Como se apurou?

Como campeão em título, o Benfica saltou directamente para a Ronda de Elite, onde foi sorteado com os sérvios do Ekonomac (equipa anfitriã), os ucranianos do FC Time Lviv e os croatas do Nacional Zagreb.

Nesse agrupamento, os encarnados não tiveram quaisquer dificuldades em assegurar o apuramento, terminando o Grupo 1 destacados na primeira posição após vencerem o Nacional (1-0), Time Lviv (2-1) e Ekonomac (5-2).

Classificação do Grupo 1 da Ronda de Elite

  1. Benfica 9 pts (apurado)
  2. Ekonomac 6 pts
  3. Time Lviv 3 pts
  4. Nacional Zagreb 0 pts

As hipóteses do Sport Lisboa e Benfica

Pela qualidade do seu plantel, experiência internacional e, também, pelo facto de ser o campeão em título, o Benfica terá de ser considerado como um dos principais favoritos à conquista da competição.

Perante a ausência de equipas espanholas e russas, normalmente as mais fortes nesta competição, o principal adversário do Benfica nesta fase decisiva da prova a disputar no Cazaquistão até deverá ser o Sporting, equipa que, na época transacta, roubou o tetracampeonato aos encarnados.

Read Full Post »

Tal como os cazaques do Kairat, o Montesilvano, apesar de se tratar de um clube italiano, tem um forte contingente brasileiro, sendo que alguns deles estejam naturalizados italianos e até actuem pela “squadra azzurra”. Clube em rápido crescimento, o Montesilvano apenas conquistou o primeiro campeonato transalpino em 2009/10, contudo, na primeira vez que participou na UEFA Futsal Cup, chegou logo ao final four, aparentando ser um osso duro de roer tanto para águias como para leões.

Quem é o Montesilvano?

O Cittá de Montesilvano Calcio a 5, foi fundado em 1984, ainda que apenas tenha se mudado para a cidade de Montesilvano em 2003/2004. Desde esse momento, a equipa, outrora modesta, foi começando a assumir-se como uma potência do futsal italiano, conquistando a Taça de Itália em 2006/2007, atingindo a final do campeonato italiano em 2008/09 e conquistando mesmo o principal escalão do futsal transalpino em 2009/10.

Treinada pelo italiano Flavio Cullini, a equipa tem bastante qualidade, praticando um futsal muito criativo ou não contasse com vários brasileiros e italo-brasileiros, com destaque para os internacionais italianos: Clayton Baptistella (já marcou dez golos na UEFA Futsal Cup), Marco Forte e Adriano Foglia.

Equipa Tipo:

Stefano Mammarella (GR); Marco Forte, Hernan Garcias, Andriano Foglia e Clayton Baptistella

Como se apurou?

Ao contrário do Kairat, o Montesilvano teve de passar por duas fases de qualificação para atingir o Final Four. Na Fase principal, defrontou e venceu os israelitas do ASA Telavive (6-1), os finlandeses do Ilves Tampere (6-1) e os croatas do Nacional Zagreb (2-1) para triunfar tranquilamente no Grupo 5 e ascender à Ronda de Elite.

Classificação do Grupo 5 da Fase Principal

  1. Montesilvano 9 pts (apurado)
  2. Nacional Zagreb 4 pts (apurado)
  3. ASA Telavive 4 pts
  4. Ilves Tampere 0 pts

Na Ronda de Elite, a tarefa do clube transalpino foi bem mais difícil, até porque a equipa italiana defrontou formações de grande qualidade.

No primeiro jogo, para muitos uma final antecipada, diante dos russos do Ekaterinburg, o Montesilvano venceu por 2-1, garantindo o triunfo apenas a dois minutos do fim, graças a um golo de Adriano Foglia. Com esta vitória, os italianos aproximavam-se do Final Four, sendo que um triunfo diante dos azeris do Araz daria-lhes, praticamente, o apuramento para a fase seguinte.

Contudo, nessa segunda partida, a equipa transalpina acabou por desiludir e não foi além dum empate (2-2), diante do Araz, adiando tudo para o último jogo frente ao Ararat Nicósia.

Nesse encontro, diante dos cipriotas, a equipa mais frágil do grupo, o Montesilvano não vacilou e goleou por 10-0 garantindo uma inédita presença no Final Four da UEFA Futsal Cup.

Classificação do Grupo 2 da Ronda de Elite

  1. Montesilvano 7 pts (apurado)
  2. Ekaterinburg 6 pts
  3. Araz Naxçivan 4 pts
  4. Ararat Nicósia 0 pts

As hipóteses das equipas portuguesas

O que foi escrito sobre o Kairat, aplica-se bem ao Montesilvano. Trata-se de uma equipa forte e com qualidade técnica, mas que não é superior a equipas que os portugueses já defrontaram e superaram como os espanhóis do El Pozo Múrcia ou os sérvios do Ekonomac Kragujevac. Assim sendo, com boa organização táctica e explorando os elementos mais desequilibradores de Sporting e Benfica, penso que esta equipa italiana está perfeitamente ao seu alcance.

Read Full Post »

Older Posts »