Feeds:
Artigos
Comentários

Posts Tagged ‘Ahmetovic’

Pedras na final da Taça que garantiu o apuramento do Leixões para a Taça UEFA

Em 2001/02, o Leixões fez uma campanha excepcional na Taça de Portugal, eliminando várias equipas de escalões superiores (a mais emblemática foi o Sp. Braga, derrotado no 1º Maio por 3-1 nas meias-finais) e apenas caindo na final, perdendo por uma bola a zero, diante do novo campeão nacional: Sporting. Assim sendo, e tendo em conta que os leões estavam apurados para a Liga dos Campeões, o Leixões, então a militar na II Divisão B, apurou-se para as competições europeias, disputando a Taça UEFA com bastante brio e, até, superando as expectativas depositadas no clube de Matosinhos.

Pré-eliminatória: Leixões 2-2 Belasica / Belasica 1-2 Leixões

Numa altura em que Portugal se encontrava bem abaixo do actual sexto lugar no Ranking UEFA, o Leixões foi obrigado a disputar uma pré-eliminatória para chegar ao quadro principal da Taça UEFA. Nessa ronda, o adversário foi uma desconhecida equipa da Macedónia, o Belasica, que apesar de não parecer um papão do futebol europeu, seria sempre um adversário difícil para uma equipa da II Divisão B lusa.

Assim sendo, foi sem surpresa que, na primeira mão, disputada no Estádio do Mar, a equipa de Matosinhos sentisse bastantes dificuldades, tendo, inclusivamente, estado a perder por 0-2 com golos de Ahmetovic, ainda que, até ao apito final, ainda tenha tido forças para recuperar da desvantagem e alcançar o 2-2 com tentos de Antchouet e Brito. Este resultado deixava tudo em aberto para a segunda mão a disputar na Macedónia.

Nessa segunda partida, o Leixões acabou por surpreender tudo e todos, jogando com enorme personalidade e chegando, inclusivamente ao 2-0 com golos de Brito e Nené. Depois, a dez minutos do fim, Baldovaliev ainda reduziu para 1-2, mas acabou por ser o único golo obtido pelo conjunto macedónio. O Leixões alcançava, dessa forma, a primeira eliminatória da Taça UEFA.

1ª Eliminatória: Leixões 2-1 PAOK / PAOK 4-1 Leixões

O sorteio acabou por colocar a equipa de Matosinhos a disputar o apuramento para a 2ª eliminatória diante de um complicado conjunto grego, o PAOK.

Na primeira mão, disputada em casa, o Leixões voltou a surpreender a Europa do futebol, ao vencer os helénicos por 2-1, graças a golos de Brito e Detinho (Kukielka marcou o tento da equipa do PAOK).

No entanto, na segunda mão, disputada no mítico Estádio Toumba, o PAOK acabou por demonstrar as naturais diferenças entre um conjunto do principal escalão grego e outra do terceiro escalão português, ao vencer por 4-1, graças a golos de Salpingidis, Okkas (2) e Koutsopoulos, perante um tento solitário de Pedras.

O Leixões era, assim, eliminado da Taça UEFA, mas deixava a competição de cabeça bem levantada e de forma orgulhosa, pois dignificou claramente o seu clube e o futebol português.

Anúncios

Read Full Post »