Feeds:
Artigos
Comentários

Posts Tagged ‘Box to Box’

Spirovski quando esteve em testes no Cottbus

No Borac Čačak da primeira divisão sérvia, actua um excelente médio-centro macedónio de 21 anos, que tem todas as condições para mais altos voos na sua carreira: Stefan Spirovski.

Nascido a 23 de Agosto de 1990 em Bitola, Macedónia, Stefan Spirovski iniciou a sua carreira no Pelister Bitola do seu país natal em 2008, tendo efectuado 42 jogos (2 golos) durante ano e meio ao serviço do clube macedónio.

A meio de 2009/10, o internacional macedónio mudou-se para norte, trocando o Pelister pelo Borac Čačak da Liga Sérvia. Nos “zebras”, o médio-centro foi conquistando o seu espaço no miolo, assumindo-se como peça importante do clube da primeira divisão sérvia e já somando 39 jogos com a camisola do Borac Čačak. Pelo meio, o médio-centro ainda esteve à experiência no Energie Cottbus alemão, mas após curto período de testes acabou por não se transferir para terras germânicas.

“Seis” ou “oito” de grande talento individual e colectivo

Stefan Spirovski é um médio-centro que reúne imensas qualidades defensivas, pois recupera bem no terreno, é inteligente na ocupação dos espaços e também é forte no desarme, antecipação e luta corpo a corpo, mas também se destaca pela qualidade que dá às equipas que representa nas transições ofensivas, pois é um jogador rápido, com técnica, boa visão de jogo e grande qualidade de passe.

Com estas qualidades, o internacional macedónio encaixa muito bem como elemento mais ofensivo de um duplo-pivot em 4x2x3x1, ou como “seis” (se preferirem potenciar as suas qualidades defensivas) ou “oito (se preferirem usá-lo como “box to box” e com funções mais ofensivas) num 4x3x3, sendo que Spirovski garante qualidade em qualquer destas funções.

Neste momento, com 21 anos, trata-se de um jogador que devem procurar num dos próximos jogos da selecção macedónia, sendo que é um jogador que já encaixaria, sem problemas, num clube médio-baixo do nosso campeonato principal.

Read Full Post »

Hiljemark é o novo Anders Svensson

Com apenas 19 anos, actua nos suecos do Elfsborg um jovem promissor médio-centro que já é considerado o novo Anders Svensson: Oscar Hiljemark.

Nascido a 28 de Junho de 1992 na Suécia, Oscar Hiljemark iniciou a sua carreira nas camadas jovens do Gislaved, tendo se transferido em 2008 para o Elfsborg.

No clube de Boras, o médio-centro estreou-se profissionalmente em 2010, mais precisamente a 26 de Setembro de 2010 num empate fora (2-2) diante do IF Brommapojkarna. Desde essa data, o médio-centro já soma 33 jogos e 3 golos pelo Elfsborg, assumindo-se como peça importante do clube sueco, mesmo tendo apenas 19 anos de idade.

Internacional em vários escalões pela Suécia

Oscar Hiljemark é internacional sueco desde o escalão de sub-17, tendo garantido internacionalizações também no escalão de sub-19 e sub-21. Na totalidade, ao nível das camadas jovens, o médio do Elfsborg soma 25 internacionalizações e sete golos, o que é o feito digno de registo.

No futebol sénior, o médio-centro também já deixou a sua marca, tendo se estreado há cinco dias numa vitória no Bahrein (2-0) e marcado, inclusivamente, um dos golos da selecção escandinava.

Médio-centro raçudo, veloz e cerebral

Hiljemark é um médio-centro “box to box”, sendo fortíssimo nas transições defesa/ataque e ataque/defesa e tendo a capacidade de pautar todo o jogo a meio-campo.

Com um pulmão impressionante e uma excelente capacidade de passe, o internacional sueco demonstra uma enorme maturidade para a sua idade, assumindo-se como um jogador com grande sentido de responsabilidade e vontade de vencer.

Estratégicamente, é ideal para ser o elemento mais avançado de um duplo-pivot em 4x2x3x1 ou para jogar a “oito” num 4x3x3, funcionando como o motor de qualquer meio-campo que se pretenda forte, raçudo e imaginativo.

Read Full Post »

Steven Defour é o capitão do Standard de Liège

Um dos próximos reforços do FC Porto deverá ser um médio-centro belga que já esteve nas cogitações de Benfica e Sporting: Steven Defour.

Nascido a 15 de Abril de 1988 em Malines, Bélgica, Steven Defour iniciou a sua carreira nas camadas jovens do FC Malines, tendo se transferido para o Genk na temporada 2003/04.

Pelo Racing Genk estreou-se na equipa sénior em 2004/05 e garantiu a titularidade no clube flamengo na temporada seguinte, assumindo-se como uma das peças mais importantes do conjunto belga e garantindo uma transferência para o Standard de Liège no final da época.

Bicampeão belga pelo Standard

Ao serviço do clube valão, Defour já soma 152 jogos (13 golos), desde que chegou ao Standard de Liège em 2006/07. Entre outros títulos obtidos, destaque para a conquista do bicampeonato belga (2007/08 e 2008/09) e o triunfo na Taça da Bélgica em 2010/11, assim como o prémio de melhor jogador belga do ano de 2007.

Neste momento, com 23 anos e já com a temporada 2011/12 em decurso, parece certo que a sua era no Standard irá terminar e que o seu próximo desafio será em Portugal e no FC Porto.

Puro box to box

Steven Defour é aquilo a que coloquialmente se chama de “box to box”, sendo fortíssimo nas transições defesa/ataque e ataque/defesa, para além der dono de uma superior inteligência táctica e um pulmão aparentemente inesgotável.

Com boa qualidade de passe e visão de jogo, para além de boa capacidade de recuperação de bolas, o internacional belga (30 jogos, 1 golo) também pode actuar como trinco, no entanto, essa posição não lhe permite atingir a plenitude das suas capacidades.

Assim sendo, e confirmando-se a transferência para o FC Porto, resta saber onde o treinador azul-e-branco irá encaixar Defour, pois na posição natural do internacional belga actua… João Moutinho.

 

Read Full Post »

Thiago tem sido uma revelação do Feirense

O Feirense não lidera a Liga Orangina por acaso, demonstrando ter um colectivo muito forte e algumas individualidades que, de facto, fazem a diferença. Um excelente exemplo de qualidade e talento é o médio-centro brasileiro: Thiago.

Nascido a 13 de Abril de 1987, em Vitória, Brasil, Thiago Schmidel de Freitas chegou esta época ao Feirense após ter passado a época transacta em dois modestos clubes alemães, o Lokomotiv Stendal e o Haldensleber.

Apesar de ser um jogador totalmente desconhecido, tem surpreendido tudo e todos no meio-campo da equipa de Santa Maria da Feira, tendo assegurado a titularidade a jogar à frente de outro grande talento do miolo feirense: Siaka Bamba.

Nesta temporada, Thiago já efectuou 25 jogos (4 golos) pela equipa do Feirense, sendo uma das peças mais importantes da equipa nortenha na excelente campanha que o clube de Santa Maria da Feira tem feito no segundo escalão do futebol luso.

Puro “Box to Box”

Thiago é um jogador que tanto pode actuar na posição “seis” como a “box to box” ou inclusivamente a “dez”, todavia, a posição onde penso que explana melhor as suas qualidades, é como “oito” num 4x3x3 (ou seja, com um trinco atrás e um “dez” à frente) ou como elemento mais livre de um duplo-pivot central num 4x2x3x1 (um pouco como fazia Duscher no Sporting fosse com Vidigal ou Delfim).

Os principais talentos do brasileiro são o bom poder físico (tanto ao nível do pulmão como da capacidade de choque), o que lhe permite ser muito forte nas transições defesa-ataque e ataque-defesa, boa capacidade técnica, excelente jogo aéreo e qualidade na marcação de bolas paradas. Assim sendo, trata-se de um jogador muito importante na luta do meio-campo e relevante tanto na forma como bloqueia os ataques contrários como na forma como lança os próprios ataques do Feirense.

Neste momento, com 24 anos acabados de fazer, trata-se claramente de um jogador com talento para chegar ao primeiro escalão, seja ao serviço deste Feirense ou, inclusivamente, num clube com outros pergaminhos.

Read Full Post »

Marvin Martin é um talento do futebol gaulês

Na Liga Francesa, no atraente Sochaux, actua um médio criativo de grande talento e qualidade individual que poderá estar a um passo da selecção gaulesa: Marvin Martin.

Nascido a 10 de Janeiro de 1988 em Paris, Marvin Martin iniciou a sua carreira futebolística em 1994 no Paris-Charenton, tendo passado depois pelo Mountrouge, antes de estabilizar no Sochaux, clube que representa desde 2002.

No Sochaux, estreou-se na equipa principal a 30 de Agosto de 2008, num confronto com o Marselha, em que “Les Lionceaux” perderam por 1-2, tendo se estabilizado como importante jogador do Sochaux desde esse momento.

De facto, desde a temporada 2008/09, Marvin Martin já efectuou 83 jogos (6 golos), sendo claramente um dos atletas mais importantes do Sochaux e caminhando a passos largos para obter uma oportunidade ao serviço da selecção francesa.

Criatividade e alegria no jogo

Marvin Martin é daqueles jogadores que se divertem realmente a jogar, actuando sempre com um sorriso e com um enorme prazer em fazer parte do jogo. Médio criativo puro, sabe pautar o jogo como ninguém, acelerando e reduzindo a velocidade do mesmo com enorme mestria e inteligência.

Tecnicamente evoluído, é o jogador ideal para actuar no vértice mais avançado do meio-campo num 4-4-2 losango ou 4-3-3, sendo que a possibilidade de actuar como “box to box” também possa ser colocada, pois é um jogador com elevada resistência e pulmão.

Com apenas 23 anos, e internacional sub-21 por França, ainda é um talento ao alcance das bolsas dos nossos principais clubes.

Read Full Post »


Joca é uma promessa leonina

Na equipa de Iniciados do Sporting, actua um médio ofensivo muito mexido e tecnicamente evoluído: Jorge Fernandes, também conhecido por Joca.

Nascido a 30 de Janeiro de 1996 em Braga, Jorge Samuel Figueiredo Fernandes está nos leões desde 2007/08, tendo começado nos verde-e-brancos ainda no futebol de sete.

Neste momento, integrado na equipa de Iniciados “B” dos leões, tem demonstrado ser um jogador com elevado potencial, como foi um bom exemplo a boa exibição que efectuou diante do Colégio São João de Brito (5-0).

Móvel e tecnicista

Joca é um jogador que apresenta uma grande mobilidade dentro de campo, demonstrando capacidade de encher o miolo, pela forma como muitas vezes parece ser uma figura omnipresente.

De baixa estatura (cerca de 1,40 metros), tem um centro de gravidade muito baixo, o que lhe facilita o drible e a capacidade de se desembaraçar dos adversários. Depois, o grande pulmão, permite-lhe defender e atacar com a mesma qualidade e critério.

Trata-se, assim, de um jogador ideal para a posição de “box to box”, num esquema 4-3-3 ou 4-4-2 com duplo pivot.

Read Full Post »