Feeds:
Artigos
Comentários

Posts Tagged ‘FC Midtjylland’

Igboun é um extremo-esquerdo de grande talento

Igboun é um extremo-esquerdo de grande talento

Um dos mais fascinantes futebolistas que vai deixando o seu perfume na principal liga dinamarquesa é o avançado nigeriano Sylvester Igboun, jovem de apenas 24 anos que há muitas épocas representa o FC Midtjylland.

Nascido a 8 de Setembro de 1990 em Lagos, Nigéria, Sylvester “Syl” Igboun iniciou a sua carreira no Ebedei do seu país natal, mas cedo mudou-se para a Dinamarca e para o FC Midtjylland, clube que representa ao nível do futebol sénior desde 2009/10.

Fulcral no FC Midtjylland

Desde que se estreou profissionalmente pelo FC Midtjylland, Sylvester Igboun  já soma um total de 158 jogos e 46 golos, sendo peça fundamental do conjunto dinamarquês desde 2010/11.

Este ano, aliás, o jovem nigeriano está prestes a festejar o seu primeiro título dinamarquês, uma vez que, a quatro jornadas do fim, o FC Midtjylland lidera o campeonato local com 12 pontos de avanço sobre o FC Copenhaga. Nesta campanha, Igboun contribuiu com 10 golos e cinco assistências em 29 jogos.

Fantástico extremo-esquerdo

Sylvester Igboun pode actuar como extremo (esquerdo ou direito) ou avançado-centro, mas é claramente a partir do flanco canhoto que consegue atingir a plenitude das suas capacidades, assumindo-se, aí, como um verdadeiro quebra-cabeças para os adversários.

Afinal, sendo destro, o jovem nigeriano é fortíssimo nas diagonais da esquerda para o centro, procurando sempre os desequilíbrios no miolo através da sua velocidade e boa técnica. Para além disso, e mesmo que privilegie sempre os movimentos rumo a zonas centrais, a verdade é que também sabe dar profundidade ao seu flanco sempre que necessário.

De sublinhar, igualmente, que o bom registo de golos de “Sly” não é um mero acaso e deve-se essencialmente ao facto do atacante finalizar muito bem de média e curta distância, sendo ainda de realçar o seu oportunismo, uma vez que o nigeriano sabe explorar, como poucos, as zonas de finalização.

Anúncios

Read Full Post »

Pione Sisto é uma pérola de sangue africano

Pione Sisto é um talento de sangue africano

Recentemente apontado ao FC Porto, um dos mais promissores talentos do actual espectro futebolístico dinamarquês é Pione Sisto, jovem extremo-direito de 20 anos que vai evoluindo no FC Midtjylland, do principal escalão desse país da Escandinávia.

Trata-se de um futebolista nascido a 4 de Fevereiro de 1995, no Uganda, mas que é filho de pais sudaneses e que muito cedo rumou à Dinamarca, país onde desenhou todo o seu percurso futebolístico no FC Midtjylland. Se nos debruçarmos apenas no futebol sénior, Pione Sisto soma um total de 58 jogos e 13 golos em todas as competições oficiais.

Rápido, técnico e explosivo

Pione Sisto encontra-se na Dinamarca desde os dois meses e até já representou a selecção de sub-21 desse país da Escandinávia, mas a verdade é que o seu futebol transporta-nos imediatamente para o seu continente de nascimento, o africano.

Afinal, seja encostado ao lado direito do ataque (posição preferencial) ou no flanco oposto, Pione Sisto apresenta um futebol pleno de velocidade, explosividade, imprevisibilidade e capacidade técnica, que torna-o um autêntico quebra-cabeças para os adversários, que têm muitas dificuldades para o parar.

Extremo híbrido

Capaz igualmente de ganhar a linha como um extremo puro, a verdade é que Pione Sisto também sabe quando fazer a diagonal para dentro, situação em que cria imediatamente desequilíbrios e fica habilitado a fazer um decisivo último passe ou um remate de meia distância (aspecto em que também é forte).

Obviamente que, aos 20 anos, existem ainda alguns aspectos que ainda terão de ser limados pelo jovem dinamarquês, que vão desde à necessidade de ganhar uma maior inteligência táctica, melhor capacidade de recuperação e uma outra objectividade na sua tomada de decisão. Ainda assim, é inegável que estamos perante um talento com grandes perspectivas de atingir um alto patamar no espectro futebolístico mundial.

Read Full Post »

O primeiro obstáculo europeu do Vitória de Guimarães na caminhada para chegar à fase de grupos da Liga Europa é uma equipa dinamarquesa da qual o público português terá uma leve memória, pois defrontou o Sporting na Taça UEFA (2001/02), tendo na altura sido vergada a duas derrotas com os leões (0-3 e 2-3) e consequente eliminação da prova. Clube com apenas doze anos e ainda sem nenhum título importante, o FC Midtjylland tem sofrido injecções financeiras para quebrar a hegemonia dos dois principais clubes dinamarqueses (FC Copenhaga e Brondby), mas é bem notório que ainda terá um longo caminho a percorrer.

O FC Midtjylland actua no MCH Arena

Quem é o FC Midtjylland?

O FC Midtjylland foi fundado a 2 de Fevereiro de 1999 como resultado da fusão do Ikast FS e do Herning Fremad e chegou à primeira divisão dinamarquesa em 2000/01, tendo garantido logo um quarto lugar na estreia na competição.

Até este momento, os “lobos” já foram vice-campeões dinamarqueses por duas vezes (2006/07 e 2007/08) e estiveram presentes em quatro finais da Taça da Dinamarca, mas nunca conseguiram conquistar qualquer título.

Na temporada passada, o FC Midtjylland terminou o principal campeonato da Dinamarca na quarta posição, atrás de FC Copenhaga, Odense e Brondby.

Em termos europeus, a equipa dinamarquesa está na sua sexta participação nas provas da UEFA, sendo que a sua melhor campanha foi em 2002/03, quando atingiu a segunda eliminatória da Taça UEFA, caindo, nessa altura, aos pés do Anderlecht (1-3 e 0-3).

O plantel do FC Midtjylland

Como joga?

Como quase todas as equipas escandinavas, o FC Midtjylland actua preferencialmente em 4x4x2, sendo uma equipa bastante forte fisicamente e habitualmente perigosa nas bolas paradas.

Ainda assim, já é uma equipa com um nível técnico bastante razoável, dispondo de vários jogadores africanos para o ataque como Nworun, Igboun ou Izunna Uzochukwu, que garantem ao FC Midtjylland um bom nível de imaginação e improvisação.

No último jogo que efectuou (venceu os galeses do TNS por 5-2), o FC Midtjylland apresentou o seguinte onze: Kasper Jensen; Ipsa, Sivebaek (Izunna, 69′), Lauridsen e Juelsgard; Borring, Jakob Poulsen (Kasper Hansen, 46′), Albaek e Danny Olsen; Nworun e Igboun (Hvilsom, 46′).

Jakob Poulsen tem 17 internacionalizações

Quem é que o Vitória deve ter debaixo de olho? – Jakob Poulsen

O jogador de maior renome do plantel do FC Midtjylland é claramente o médio-centro que representou a Dinamarca no Mundial 2010: Jakob Poulsen.

Nascido a 7 de Julho de 1983, em Varde, Dinamarca, Jakob Bendix Uhd Poulsen iniciou a sua carreira no Esbjerg, onde permaneceu entre 2002 e 2006, efectuando 107 jogos e marcando 19 golos.

Essas boas exibições valeram-lhe uma transferência para o futebol holandês e para o Heerenveen, onde o internacional dinamarquês permaneceu durante dois anos e meio, mas onde nunca se assumiu como titular absoluto, preferindo regressar à Dinamarca no Verão de 2008.

Desde que regressou ao país natal, esteve duas temporadas no Aarhus, antes de se transferir para o Midtjylland logo após a sua participação no Mundial 2010 ao serviço da Dinamarca.

Jogador de grande polivalência (pode jogar como defesa-central, médio-centro, médio-direito ou até “dez”), é no miolo do meio-campo que Jakob Poulsen se sente melhor. Com bom pulmão, inteligência posicional, excelente capacidade recuperadora, boa qualidade de passe e frieza na finalização, trata-se de um médio todo o terreno a que o Vitória de Guimarães deverá dar a máxima atenção.

As possibilidades do Vitória de Guimarães

Em condições normais, o quinto classificado do campeonato português é sempre favorito perante o quarto do campeonato dinamarquês, contudo, há que ter atenção a algumas condicionantes que equilibram este confronto entre o Vitória de Guimarães e o FC Midtjylland.

Primeiro, o campeonato dinamarquês já iniciou e, para além disso, o FC Midtjylland já efectuou dois jogos europeus diante dos galeses do TNS, o que lhe garante uma superior capacidade física e óbvio ritmo competitivo.

Por outro lado, os primeiros ensaios do Vitória de Guimarães não foram animadores (derrotas com Rio Ave e Desportivo das Aves), o que também pode não ser positivo em termos anímicos para os minhotos.

Ainda assim, estou convicto que os vimaranenses têm todas as condições de superarem este obstáculo e seguirem, por direito próprio, para o playoff de acesso à fase de grupos.

Read Full Post »

O Sporting vai se estrear na Liga Europa diante de uma jovem equipa dinamarquesa, o FC Nordsjaelland. Fundado, somente, no ano de 1991, na altura como Farum BK, o clube dinamarquês tem-se cimentado na Primeira Liga da Dinamarca, ainda que a melhor classificação que teve foi um terceiro lugar (2002/03). A época passada, o clube escandinavo terminou o campeonato na sétima posição, apurando-se para esta Liga Europa graças ao triunfo na Taça da Dinamarca, em que, na final, venceu um antigo adversário europeu dos leões, o FC Midtjylland (2-0). Trata-se de um adversário bastante acessível para o Sporting, todavia, a equipa verde-e-branca tem de encarar a eliminatória com bastante profissionalismo e respeito, pois os fantasmas do Viking e do Halmstads ainda pairam no ar. 

Quem é o FC Nordsjaelland 

A equipa dinamarquesa foi fundada no ano de 1991 com a designação de Farum BK. Depois de vários anos nas divisões secundárias, a equipa acabou por subir à Primeira Liga na época de 2001/02, quando terminou a Primeira Divisão na segunda posição. 

Na época de estreia no principal escalão dinamarquês (2002/03), o clube escandinavo, ainda como Farum BK, conquistou a melhor classificação da sua história, terminando na terceira posição, garantindo, pela primeira vez, a participação nas competições europeias de futebol. 

Na época 2003/04, estreando a designação actual (FC Nordsjaelland), o clube dinamarquês teve uma presença digna na Taça UEFA, passando a pré-eliminatória, diante do Shirak da Arménia (4-0 e 2-0) e caíndo na primeira eliminatória, diante dos gregos do Panionios (1-2 e 0-1). Ainda assim, em termos domésticos, a equipa escandinava fez uma campanha muito fraca e acabou por terminar o campeonato num modesto nono lugar. 

Nos anos seguintes, a equipa conseguiu sempre manter-se no principal escalão da Dinamarca, todavia, as classificações nunca foram de grande brilhantismo, variando entre o 10º lugar de 2004/05 e a 5º posição de 2006/07. 

Apesar das classificações modestas, a equipa conseguiu, via prémio fair play, participar na Taça UEFA (2008/09). Nessa prova, o clube viking eliminou, na primeira eliminatória, os estónios do TVMK (3-0 e 5-0) e, na segunda pré-eliminatória, os escoceses do Queen of the South (2-1 e 2-1), caíndo, somente, na primeira eliminatória, ainda que com estrondo, diante do Olympiakos da Grécia (0-2 e 0-5). 

Na época passada, o clube dinamarquês voltou a não fazer um campeonato brilhante (7º lugar), mas conquistou o direito a participar na Liga Europa, após conquistar o seu primeiro título, a Taça da Dinamarca, conquistada diante do FC Midtjylland (2-0), já no prolongamento. 

Como joga 

O FC Nordsjaelland costuma actuar num 4-3-3 ou 4-4-2 de vocação ofensiva. Esqueçam a ideia de uma equipa típicamente nórdica de futebol directo, pois esta equipa dinamarquesa dá privilégio ao futebol de pé para pé e a uma construção ofensiva bastante paciente e, dentro das possibilidades dos seus atletas, algo rendilhada. 

A equipa tem alguns jogadores de boa qualidade como o guarda-redes sérvio Novakovic, um atleta com experiência do Calcio (jogou no Reggina), o polivalente defesa/médio esquerdo sueco Bengtsson, que pode tanto ser um lateral ofensivo, como um extremo, o fantasista Andreas Laudrup ou o polivalente e letal atacante dinamarquês Fetai. 

O onze do FC Nordsjaelland para o jogo com os leões não deve andar muito longe do seguinte: 

 

A. Laudrup é um criativo

Quem é que o Sporting deve ter debaixo de olho – A. Laudrup 

Com apenas 19 anos, Andreas Laudrup é um dos mais promissores jogadores dinamarqueses da actualidade. Filho do histórico jogador dinamarquês Michael Laudrup, Andreas é um médio ofensivo que gosta de ter a bola nos pés para, com a sua criatividade, criar desiquilibrios nas defesas contrárias. Em tempos considerado um dos maiores jovens talentos do Real Madrid (onde jogou quando o seu pai treinava o Getafe), Laudrup tenta, agora, lançar a sua carreira na Dinamarca e no FC Nordsjaelland. Esperemos que os jogos com o Sporting não sirvam para mostrar o seu talento ao mundo do futebol. 

As hipóteses leoninas 

Apesar de o FC Nordsjaelland ter alguma qualidade, o Sporting é totalmente favorito para esta eliminatória. Os leões têm melhor colectivo e individualidades, maior experiência europeia e, tendo em conta que se defrontam o quarto da Liga Portuguesa e o sétimo da bem mais frágil Liga Dinamarquesa, a vitória verde e branca tem de ser tida como a consequência lógica desta eliminatória da Liga Europa. Ainda assim, os leões têm sido pródigos em eliminações embaraçosas com clubes de nível muito semelhante a este clube dinamarquês e, como tal, será imperioso encarar este duelo com atenção, ou, caso contrário, os fantasmas do Viking Stavanger e do Halmstads podem voltar a pairar nos ares de Alvalade.

Read Full Post »