Feeds:
Artigos
Comentários

Posts Tagged ‘Getafe’

Naldo actuou no Getafe em 2014/15

Naldo actuou no Getafe em 2014/15

Parece iminente a contratação de um defesa-central pelo Sporting, mais concretamente o brasileiro Edinaldo Gomes Pereira “Naldo”, futebolista que se encontrava vinculado aos italianos da Udinese, mas que esteve emprestado na última temporada aos espanhóis do Getafe.

Nascido a 28 de Agosto de 1988 em Santo André, Brasil, Naldo cresceu no modesto Cascavel, tendo representando posteriormente o Linense, Oeste e União de São João, clube onde, em 2010, somou 21 jogos (dois golos) no principal campeonato paulista.

Explodiu no Ponte Preta

Sempre por empréstimo do União de São João, Naldo haveria posteriormente de conhecer uma interessante carreira no futebol brasileiro, tendo somado 34 jogos e dois golos pelo Ponte Preta (2010); 22 jogos pelo Cruzeiro (2011); e 34 jogos e quatro golos pelo Grémio (2012).

Graças a esse bom impacto no espectro futebolístico canarinho, o defesa-central haveria de saltar para o futebol europeu em Janeiro de 2013, vinculando-se ao Granada, ainda que tenha sido imediatamente emprestado ao Bolonha, onde somou cinco jogos até ao Verão.

Percurso passou por Udinese e Getafe

Na temporada 2013/14, Naldo haveria de mudar novamente de ares, tornando-se jogador da Udinese, clube onde somou 17 jogos, em números que se justificam pelo facto do brasileiro ter sido a terceira opção para o eixo defensivo do emblema italiano.

Perante esse estatuto de menor importância, acabou por não surpreender que Naldo tenha mudado novamente de ares em 2014/15, época onde foi emprestado ao Getafe. Aí, no clube espanhol, o brasileiro conseguiu assumir-se como um esteio da defesa, somando um total de 32 jogos oficiais.

Será útil ao leão

É inegável que Naldo não está no mesmo patamar qualitativo de outros defesas-centrais apontados ao Sporting como Dedé, Douglas ou Rhodolfo, mas é igualmente verdade que este jovem de 26 anos apresenta qualidades que poderão vir a ser úteis aos leões.

Afinal, com 1,88 metros, trata-se de um futebolista muito forte no jogo aéreo, sendo que essa dimensão não o prejudica em termos de velocidade, uma vez que Naldo é um jogador relativamente rápido, isto tanto em corrida propriamente dita como em execução.

Agressivo no bom sentido

De realçar, igualmente, que Naldo é forte nos capítulos da antecipação e do desarme, conseguindo ser agressivo nos duelos individuais, isto sem nunca ser excessivamente violento, algo facilmente compreendido quando percebemos que poucos cartões viu ao longo da carreira.

Quanto a aspectos a limar, o brasileiro terá de corrigir alguns erros posicionais que por vezes ainda apresenta, assim como tornar-se um pouco mais efectivo na construção ofensiva, algo onde terá de progredir para se adaptar na perfeição a uma equipa com as ambições do Sporting.

Anúncios

Read Full Post »

O Sporting vai se estrear na Liga Europa diante de uma jovem equipa dinamarquesa, o FC Nordsjaelland. Fundado, somente, no ano de 1991, na altura como Farum BK, o clube dinamarquês tem-se cimentado na Primeira Liga da Dinamarca, ainda que a melhor classificação que teve foi um terceiro lugar (2002/03). A época passada, o clube escandinavo terminou o campeonato na sétima posição, apurando-se para esta Liga Europa graças ao triunfo na Taça da Dinamarca, em que, na final, venceu um antigo adversário europeu dos leões, o FC Midtjylland (2-0). Trata-se de um adversário bastante acessível para o Sporting, todavia, a equipa verde-e-branca tem de encarar a eliminatória com bastante profissionalismo e respeito, pois os fantasmas do Viking e do Halmstads ainda pairam no ar. 

Quem é o FC Nordsjaelland 

A equipa dinamarquesa foi fundada no ano de 1991 com a designação de Farum BK. Depois de vários anos nas divisões secundárias, a equipa acabou por subir à Primeira Liga na época de 2001/02, quando terminou a Primeira Divisão na segunda posição. 

Na época de estreia no principal escalão dinamarquês (2002/03), o clube escandinavo, ainda como Farum BK, conquistou a melhor classificação da sua história, terminando na terceira posição, garantindo, pela primeira vez, a participação nas competições europeias de futebol. 

Na época 2003/04, estreando a designação actual (FC Nordsjaelland), o clube dinamarquês teve uma presença digna na Taça UEFA, passando a pré-eliminatória, diante do Shirak da Arménia (4-0 e 2-0) e caíndo na primeira eliminatória, diante dos gregos do Panionios (1-2 e 0-1). Ainda assim, em termos domésticos, a equipa escandinava fez uma campanha muito fraca e acabou por terminar o campeonato num modesto nono lugar. 

Nos anos seguintes, a equipa conseguiu sempre manter-se no principal escalão da Dinamarca, todavia, as classificações nunca foram de grande brilhantismo, variando entre o 10º lugar de 2004/05 e a 5º posição de 2006/07. 

Apesar das classificações modestas, a equipa conseguiu, via prémio fair play, participar na Taça UEFA (2008/09). Nessa prova, o clube viking eliminou, na primeira eliminatória, os estónios do TVMK (3-0 e 5-0) e, na segunda pré-eliminatória, os escoceses do Queen of the South (2-1 e 2-1), caíndo, somente, na primeira eliminatória, ainda que com estrondo, diante do Olympiakos da Grécia (0-2 e 0-5). 

Na época passada, o clube dinamarquês voltou a não fazer um campeonato brilhante (7º lugar), mas conquistou o direito a participar na Liga Europa, após conquistar o seu primeiro título, a Taça da Dinamarca, conquistada diante do FC Midtjylland (2-0), já no prolongamento. 

Como joga 

O FC Nordsjaelland costuma actuar num 4-3-3 ou 4-4-2 de vocação ofensiva. Esqueçam a ideia de uma equipa típicamente nórdica de futebol directo, pois esta equipa dinamarquesa dá privilégio ao futebol de pé para pé e a uma construção ofensiva bastante paciente e, dentro das possibilidades dos seus atletas, algo rendilhada. 

A equipa tem alguns jogadores de boa qualidade como o guarda-redes sérvio Novakovic, um atleta com experiência do Calcio (jogou no Reggina), o polivalente defesa/médio esquerdo sueco Bengtsson, que pode tanto ser um lateral ofensivo, como um extremo, o fantasista Andreas Laudrup ou o polivalente e letal atacante dinamarquês Fetai. 

O onze do FC Nordsjaelland para o jogo com os leões não deve andar muito longe do seguinte: 

 

A. Laudrup é um criativo

Quem é que o Sporting deve ter debaixo de olho – A. Laudrup 

Com apenas 19 anos, Andreas Laudrup é um dos mais promissores jogadores dinamarqueses da actualidade. Filho do histórico jogador dinamarquês Michael Laudrup, Andreas é um médio ofensivo que gosta de ter a bola nos pés para, com a sua criatividade, criar desiquilibrios nas defesas contrárias. Em tempos considerado um dos maiores jovens talentos do Real Madrid (onde jogou quando o seu pai treinava o Getafe), Laudrup tenta, agora, lançar a sua carreira na Dinamarca e no FC Nordsjaelland. Esperemos que os jogos com o Sporting não sirvam para mostrar o seu talento ao mundo do futebol. 

As hipóteses leoninas 

Apesar de o FC Nordsjaelland ter alguma qualidade, o Sporting é totalmente favorito para esta eliminatória. Os leões têm melhor colectivo e individualidades, maior experiência europeia e, tendo em conta que se defrontam o quarto da Liga Portuguesa e o sétimo da bem mais frágil Liga Dinamarquesa, a vitória verde e branca tem de ser tida como a consequência lógica desta eliminatória da Liga Europa. Ainda assim, os leões têm sido pródigos em eliminações embaraçosas com clubes de nível muito semelhante a este clube dinamarquês e, como tal, será imperioso encarar este duelo com atenção, ou, caso contrário, os fantasmas do Viking Stavanger e do Halmstads podem voltar a pairar nos ares de Alvalade.

Read Full Post »

A festa do título nerazzurri

O Inter de Milão de Mourinho e o Barcelona de Pep Guardiola conquistaram, este fim de semana, os títulos de Itália e Espanha, respectivamente. Os nerazzurri foram ao recinto do despromovido Siena e venceram por 1-0 graças a um golo do inevitável Diego Milito; enquanto os azulgrana venceram, em casa, o Valladolid, por 4-0 com golos de Messi (2), Pedro e Prieto (p.b.). Estes resultados deixaram os perseguidores: AS Roma e Real Madrid em segundo lugar e, pior que isso, sem quaisquer títulos conquistados esta época.Liga Italiana – Mourinho faz a dobradinha

Liga Italiana – Mourinho faz a dobradinha

Depois da conquista da Taça de Itália, o Inter tinha as contas do título bastante simplificadas, pois bastava-lhe ganhar ao Siena, em casa, para vencer a Série A. A correr por fora encontrava-se a Roma, que tinha de vencer em Verona, o Chievo, e esperar que os nerazzurri tropeçassem.

Apesar das dificuldades, os romanos ainda foram campeões virtuais durante algum tempo, que foi o tempo que durou desde que a Roma abriu o activo em Verona (golo de Vucinic aos 39′) e o Inter se manteve empatado em Siena.

Nessa altura, o Inter falhou golos atrás de golos e chegou-se a temer o pior para os pupilos de José Mourinho. No entanto, aos 59 minutos, Milito fez o golo do título.

Nessa fase, a Roma já vencia por 2-0 e o Inter sabia que não poderia conceder o golo do empate. Assim sendo, a equipa de Milão continuou a carregar sobre o Siena para fazer o segundo golo, ainda que, sem sucesso.

No entanto, apesar de não terem conseguido esse golo da tranquilidade, os nerazzurri mantiveram as suas redes invioláveis e, assim, conquistaram o título da Série A, o quinto consecutivo.

A equipa de Mourinho poderá, ainda, conquistar a “tripla” esta temporada, pois, depois de ter vencido a Taça e a Série A, ainda pode vencer a “Champions League” caso vença, na final, os alemães do Bayern Munique.

Dados finais da Liga Italiana:

Campeão: Inter

Qualificados para a Liga dos Campeões: Inter, Roma, Milan, Sampdória

Qualificados para a Liga Europa: Palermo, Nápoles, Juventus

Descem à Série B: Atalanta, Siena, Livorno

Liga Espanhola – Barça conquistou bicampeonato

O Barça sabia que lhe bastava vencer o Valladolid, em casa, para conquistar o título espanhol e esperava-se que os catalães entrassem ao ataque para resolverem rapidamente o jogo.

No entanto, o Barcelona, nos primeiros minutos, ainda sofreu alguns sustos, principalmente por intermédio do angolano Manucho e ainda pairou no ar a possibilidade de uma surpresa. Porém, aos 27 minutos, o Barça abriu o activo após autogolo de Prieto e o jogo sofreu uma viragem radical.

Os azulgrana acalmaram e começaram a dominar o jogo, chegando rapidamente ao segundo golo por Pedro (31′). A partir desse momento, o jogo passou a ter sentido único e, até final, os catalães ainda iriam fazer mais dois golos da autoria do melhor marcador da Liga Espanhola, Lionel Messi.

Apesar da vitória gorda por 4-0, os catalães nem precisavam de ter vencido, pois, em Málaga, o Real Madrid, desinspirado, não foi além de um empate (1-1). Assim sendo, pelo segundo ano consecutivo, o Barça venceu o campeonato e o Real Madrid terminou na segunda posição.

Dados finais da Liga Espanhola

Campeão: Barcelona

Qualificados para a Liga dos Campeões: Barcelona, Real Madrid, Valência e Sevilha

Qualificados para a Liga Europa: Atl. Madrid, Maiorca e Getafe

Descem à 2ª Liga: Valladolid, Tenerife e Xerez

Liga Francesa – Lyon e Auxerre asseguram acesso à Liga dos Campeões

Com o título entregue ao Marselha, restava, na Ligue 1, a emoção da luta pelo acesso à Liga Milionária.

A equipa do Lille partia para a última jornada em segundo lugar e com tudo para conquistar o acesso à “Champions”, contudo, na deslocação a Lorient, acabou por perder 2-1 e por acabar a Ligue 1 em… quarto lugar.

Ricardo Costa (33′) ainda colocou o Lille em vantagem, todavia, Kevin Gameiro (37′) e Jouffre (66′) marcaram para o Lorient e colocaram “Les Dogues” fora da Liga dos Campeões.

Aproveitaram o desaire, as equipas do Lyon e Auxerre, que, assim, irão jogar a “Champions” na próxima temporada. O Olympique de Lyon venceu o Le Mans, em casa, por 2-0 e acabou em segundo lugar; enquanto o Auxerre venceu em Sochaux (2-1) e terminou na terceira posição.

Dados finais da Liga Francesa:

Campeão: Marselha

Qualificados para a Liga dos Campeões: Marselha, Lyon e Auxerre

Qualificados para a Liga Europa: Lille, Montpellier e PSG

Descem à Ligue 2: Le Mans, Boulogne e Grenoble

Read Full Post »