Feeds:
Artigos
Comentários

Posts Tagged ‘Ingolstadt’

Pascal Gross é o cérebro do jogo ofensivo do Ingolstadt

Pascal Gross é o cérebro do jogo ofensivo do Ingolstadt

A principal figura do Ingolstadt nesta sua brilhante campanha da 2. Bundesliga, onde foi campeão e garantiu a subida ao principal escalão do futebol alemão, foi o médio box-to-box Pascal Gross, jovem de 23 anos por onde passa todo o jogo ofensivo do seu clube.

Trata-se de um futebolista nascido a 15 de Junho de 1991 em Mannheim, Alemanha, e que passou pelas camadas jovens do VfL Neckarau e do Hoffenheim, este precisamente o clube onde se estreou no futebol sénior, a 2 de Maio de 2009, numa derrota diante do Wolfsburgo (0-4) em duelo da Bundesliga.

Sem grande espaço no Hoffenheim, ainda assim, o jovem médio-centro haveria de se transferir para o Karlsruher a meio da temporada 2010/11, tendo, até ao final da temporada 2011/12, somado 28 jogos e quatro golos pelo emblema da 2. Bundesliga.

Grande figura do Ingolstadt

Desde 2012/13, ainda assim, Pascal Gross vem evoluindo no Ingolstadt, clube onde já mostrou a sua importância nas duas primeiras épocas em que lá jogou, ou não tivesse somado um total de 62 jogos e quatro golos.

O maior impacto, ainda assim, surgiu na presente campanha de 2014/15, e que redundou no título da 2. Bundesliga para o Ingolstadt e consequente subida à Bundesliga.

Afinal, Pascal Gross soma actualmente 35 jogos e sete golos pelo Ingolstadt, ainda que os números mais impressionantes são ao nível das assistências, uma vez que o jovem de 23 anos soma 22 passes para golo em 2014/15.

Tecnicista e inteligente

Pascal Gross pode fazer qualquer uma das três posições do meio-campo central, ainda que seja a “oito” que actue preferencialmente e com melhor rendimento, uma vez que é muito forte nas transições e apresenta um apreciável pulmão e boa capacidade de recuperação.

Em termos puramente ofensivos, por outro lado, o jovem germânico é especialmente importante ao nível do último passe, algo que é fruto da sua evoluída técnica e apurada visão de jogo, algo que naturalmente está bem expresso no elevadíssimo número de assistências que apresenta.

Igualmente forte no drible e a aparecer em zonas de finalização, Pascal Gross é ainda o homem das bolas paradas do Ingolstadt, sendo que inúmeros tentos do conjunto germânico são fruto da excelência com que coloca o esférico em lances do género. Um jogador a seguir com muita atenção.

Read Full Post »

Ivan Santini a festejar mais um golo

No Zadar do campeonato croata actua um ponta de lança com capacidade para voos muito mais altos no contexto futebolístico europeu: Ivan Santini.

Nascido a 21 de Maio de 1989, Ivan Santini iniciou o seu percurso futebolístico nas camadas jovens do Zadar, tendo passado depois pelo Inter Zapresic e pelos austríacos do Red Bull Salzburgo ainda como jogador juvenil.

Em 2008/09, estreou-se profissionalmente pelos germânicos do Ingolstadt FC, clube onde, contudo, apenas fez 6 jogos, não marcando qualquer golo, tendo regressado à Croácia na temporada seguinte.

De volta ao país natal, Ivan Santini também regressou ao clube onde iniciou o seu percurso: Zadar, encontrando-se lá desde o Verão de 2009. No clube croata, o atacante já efectuou 26 golos em 63 jogos, assumindo-se como a principal fonte de tentos do modesto Zadar.

“Matador” com grande faro de golo

Ivan Santini é um atacante que faz da área o seu habitat natural, procurando sempre as melhores zonas para finalizar com a sua natural eficácia.

Com 1,89 metros, o ponta de lança croata é naturalmente perigoso no jogo aéreo, ainda que também seja bastante eficaz a finalizar com os pés, destacando-se também pela frieza na marcação de castigos máximos.

Móvel e felino na arte da desmarcação, o atacante de 22 anos é um jogador ideal para actuar sozinho num 4x3x3, ainda que também encaixe na perfeição ao lado de um avançado mais móvel em qualquer variação do 4x4x2.

Ainda muito jovem, trata-se de um diamante que precisa de um salto para um clube de um campeonato mais competitivo para que possa ser devidamente lapidado. Um avançado barato e que encaixaria na perfeição num clube “europeu” português como o Marítimo ou o V. Guimarães.

Read Full Post »