Feeds:
Artigos
Comentários

Posts Tagged ‘Lamptey’

Agostinho Oliveira era o seleccionador

Após a nossa selecção ter conquistado o bicampeonato mundial de sub-20, a ideia era atacar o tricampeonato na longínqua Austrália, esperando, no mínimo dos mínimos, que Portugal superasse a primeira fase da prova. Contudo, a equipa treinada por Agostinho Oliveira e que contava com jogadores como Costinha, Litos, Andrade, Porfírio ou Bambo acabou por fazer uma prova deplorável, perdendo todos os jogos que disputou e abandonando a competição sem honra nem glória. Podemos sempre dizer que o grupo era complicado (Gana, Alemanha e Uruguai) e que nunca nos adaptámos ao facto dos jogos se disputarem nas manhãs portuguesas, todavia, para a história fica a pior participação portuguesa de sempre num Mundial sub-20.

A equipa portuguesa que esteve na Austrália

Três jogos, três derrotas

Portugal estreou-se no Mundial de sub-20 diante da poderosa Alemanha, que contava com jogadores como Jancker, Hamann ou Ramelow. Num jogo extremamente disputado e equilibrado, a equipa lusitana haveria de sucumbir perto do final do jogo, graças a um tento do inevitável Carsten Jancker, iniciando a prova de forma negativa.

No segundo duelo, diante do Uruguai, Portugal estava obrigado a não perder para continuar a sonhar com o apuramento para os quartos de final. Entrando a perder com um golo madrugador de Fabián O’Neill (esse mesmo que chegou a jogar na Juventus), a equipa portuguesa conseguiu igualar a contenda, graças a um golo de Bambo, que havia de ser o único golo que Portugal marcaria na competição. Perto do fim, quando já todos pareciam resignados à igualdade, o mesmo O’Neill haveria de bisar e dar a vitória à equipa sul-americana, levando a que o jogo de Portugal, na última jornada, diante do Gana, fosse meramente para cumprir calendário.

Desmotivada e sem nenhum objectivo desportivo, a equipa das quinas rapidamente sucumbiu à equipa africana, sofrendo dois golos na primeira parte e deixando o jogo escoar até final na segunda sem qualquer intensidade competitiva. A derrota (0-2) fez com que os portugueses abandonassem a competição sem qualquer ponto e garantiu o apuramento aos ganeses para a fase seguinte.

Jardel pouco jogou na prova

Brasil campeão com Marcelinho Paulista e… Mário Jardel

O Brasil conquistou o campeonato do Mundo graças às grandes exibições de Adriano um avançado que, na altura, representava os suíços do Neuchatel Xamax, marcou quatro golos na prova e foi considerado o melhor jogador do Mundial sub-20. Nessa equipa, também brilhava Marcelinho Paulista  e estava presente Mário Jardel que, porém, apenas fez 12 minutos durante toda a competição.

Na fase de grupos, o Brasil venceu o agrupamento D, empatando com a Arábia Saudita (0-0) e vencendo México (2-1) e Noruega (2-0). Depois, nos quartos de final, os canarinhos superaram os Estados Unidos (3-0) e, nas meias finais, foi a vez da equipa anfitriã (Austrália) sucumbir por duas bolas a zero.

Por fim, na final, a equipa brasileira defrontou a poderosa selecção do Gana, que contava com autênticas promessas como Samuel Kuffour, Nii Lamptey, Charles Akonnor ou o nosso bem conhecido Emmanuel Duah. Nesse duelo, o Brasil até esteve a perder graças a um golo de Duah (15′), todavia, Yan (50′) e Gian (88′) deram a volta ao marcador e garantiram o título mundial à equipa verde-e-amarela. Foi o terceiro título do Brasil no Mundial sub-20.

Read Full Post »

Coulibaly é uma força da natureza

A Costa do Marfim já foi eliminada do campeonato do Mundo de sub-17, mas saltou à vista a magnífica performance do atacante Souleymane Coulibaly que, em apenas quatro jogos, fez nove golos, já sendo considerado o novo Didier Drogba.

Nascido a 26 de Dezembro de 1994 na Costa do Marfim, Souleymane Coulibaly cedo viajou até é Itália, onde representa o Siena nas camadas jovens do clube transalpino.

No campeonato italiano, só se deve estrear na temporada de 2011/12, ainda que seja provável que abandone o Siena, após o magnífico campeonato do Mundo de sub-17 que fez, apontando nove golos e fazendo exibições fantásticas nos quatro jogos que efectuou pelos marfinenses.

Avançado possante e goleador

Souleymane Coulibaly é um ponta de lança com um sentido de baliza impressionante, situação que pode ser facilmente detectada pelo facto de ter realizado uma média superior a dois golos por jogo no último campeonato do Mundo de sub-17.

Com um remate extremamente forte e colocado, uma técnica bastante apreciável, grande velocidade e um enorme poder físico, o atacante marfinense é um avançado que tanto pode jogar sozinho na frente omo ao lado de outro ponta de lança sem qualquer problema. Ainda assim, tendo apenas 1,72 metros, e se se pretender dar poder no jogo aéreo é preferível colocar um atacante mais posicional perto dele.

Neste momento, com apenas 16 anos, é um pérola que tem tudo para atingir o topo do futebol mundial, ainda que haja sempre o risco de tal como o fenómeno ganês Lamptey, se perder no sinuoso percurso do futebol sénior.

Read Full Post »