Feeds:
Artigos
Comentários

Posts Tagged ‘Médio-ofensivo’

Ayoub é um verdadeiro diamante

Ayoub é um verdadeiro diamante

O FC Porto recrutou em “La Masia” um dos mais promissores futebolistas da cantera do Barcelona, mais concretamente o médio-ofensivo marroquino Oulam Ayoub Abou, de apenas 17 anos.

Trata-se de um futebolista nascido a 28 de Junho de 1998 em Casablanca, Marrocos, mas que cedo se mudou para a Catalunha, tendo rapidamente começado o seu desenvolvimento futebolístico no Barcelona.

Aí, aliás, foi sempre visto como uma das grandes promessas do Barça, sendo que o internacional sub-17 marroquino foi quase sempre jogando acima do seu escalão etário, conseguindo sempre destacar-se dos demais, isto em função do seu enorme talento.

Um médio versátil e criativo

Ayoub Abou é um futebolista que actua preferencialmente como “dez”, posição ideal para maximizar os seus talentos, que passam pela velocidade, superior visão de jogo, excelente técnica individual e inegável capacidade de drible, numa combinação que já lhe garantiu comparações com astros como Zidane, Aimar ou Riquelme.

O internacional sub-17 marroquino, ainda assim, também tem o dom da versatilidade, adaptando-se na perfeição a outras posições no terreno, não sendo minimamente estranho vê-lo como “oito”,  falso “nove” ou até encostado ao flanco esquerdo do ataque.

Inegável é que o FC Porto assegura um verdadeiro diamante para ser lapidado em primeira instância na equipa de juniores, mas certamente com perfil para rapidamente chegar à equipa B, quiçá já no decorrer da actual época desportiva.

Anúncios

Read Full Post »

Leandro Lima não vingou no FC Porto

Chegou rotulado de nova grande pérola do futebol brasileiro, surgindo no FC Porto com a fama de um médio-ofensivo de grande técnica e imaginação que podia, inclusivamente, seguir os passos de jogadores como Deco ou Anderson. Todavia, o internacional sub-20 brasileiro Leandro Lima nunca se destacou verdadeiramente pelas suas qualidades futebolísticas, ficando, ao invés, mais conhecido por, na realidade, não ter exactamente a idade que proclamava (tinha mais dois anos) e por não ter conseguido vingar nem no FC Porto nem nas passagens fugazes que teve pelo Vitória de Setúbal e pela União de Leiria.

Destacou-se no São Caetano

George Leandro Abreu de Lima nasceu a 9 de Novembro de 1985 em Fortaleza, Brasil, tendo se destacado ao serviço do São Caetano, clube onde despontou e garantiu uma transferência para o FC Porto.

No clube português, chegou rotulado de grande craque, contudo, apesar de mostrar algumas qualidades futebolísticas, nunca vingou verdadeiramente naquela temporada de 2007/08, tendo efectuado apenas 13 jogos (apenas dois como titular).

Nessa passagem pelo FC Porto, ficou mais conhecido por ter mais dois anos do que afirmava, numa situação que fez correr muita tinta no espectro futebolístico da época, pois Leandro Lima havia chegado aos dragões com a data de nascimento de 19 de Dezembro de 1987.

Sem vingar em Setúbal e em Leiria

Na temporada seguinte aquela em que esteve no FC Porto, Leandro Lima foi emprestado ao Vitória de Setúbal, não tendo deslumbrado na passagem pelo Sado, apesar da utilização relativamente regular (32 jogos, 1 golo).

Em 2009, regressou ao Brasil para jogar no Cruzeiro, tendo surgido no clube de Belo Horizonte primeiro por empréstimo e, depois, a título definitivo, todavia, também não vingou em Minas Gerais.

Na época 2010/11, regressou a Portugal para jogar na União de Leiria e voltou a ter uma performance parecida com a passagem pelo Sado, ou seja, até actuou com regularidade (25 jogos, 1 golo), mas nunca mostrou qualidade suficiente para se perceber todo o entusiasmo aquando da sua chegada ao FC Porto.

Após a experiência no centro de Portugal, Leandro Lima regressou ao Brasil para representar o modesto Avaí, clube que, na verdade, o médio-ofensivo representa até hoje.

Read Full Post »

Claudiu Bumba é um talento precoce

No modesto Targu Mures romeno, actua um médio-ofensivo/ala-esquerdo de 18 anos que tem surpreendido pela qualidade precoce, tendo já conseguido chegar a internacional A: Claudiu Bumba.

Nascido a 5 de Janeiro de 1994 em Baia Mare, Roménia, Claudiu Vasile Bumba iniciou a sua carreira nas camadas jovens do Atletic Club Satu Mare, tendo se transferido posteriormente para o FC Baia Mare em 2009.

Com apenas 15 anos, o médio-ofensivo estreou-se pelo FC Baia Mare, tendo efectuado 27 jogos e 7 golos por um modesto clube que haveria de se dissolver e transformar no FC Maramureş Universitar Baia Mare.

Chegou precocemente à primeira divisão romena e à selecção

No Verão de 2011, o jovem talento transferiu-se para o Targu Mares da primeira divisão romena, tendo-se estrado no principal escalão aos 17 anos, num desafio diante do Dínamo Bucareste e tendo marcado o primeiro golo em Outubro transacto num empate diante do Sportul Studentesc.

Em Janeiro deste ano, o romeno de 18 anos haveria de se tornar internacional A, estreando-se pela Roménia numa vitória diante do Turcomenistão (4-0).

Médio-ofensivo ou ala-esquerdo de grande talento

Aos 18 anos, Claudiu Bumba é uma das grandes promessas de futuro do futebol romeno, demonstrando grande maturidade para a tenra idade e assumindo-se como um jogador rápido, tecnicista e com sentido de baliza.

Preferencialmente, penso que funciona melhor como “dez”, local onde consegue desenvolver melhor o seu futebol criativo e de grande visão de jogo, para além de estar numa posição onde mais facilmente pode dar azo ao seu excelente remate de meia-distância.

Ainda assim, a ala-esquerdo, o jogador também é bastante acutilante, podendo, dessa forma, actuar sem problemas nessa posição sempre que o treinador necessitar.

Read Full Post »

Taarabt é um talento do QPR

No Queens Park Rangers da Premier League actua um médio-ofensivo marroquino de enorme qualidade e que pode rapidamente dar o salto para um clube de maior impacto no espectro do futebol mundial: Adel Taarabt.

Nascido a 24 de Maio de 1989 em Fez, Marrocos, Adel Taarabt mudou-se cedo para França, onde começou a sua carreira ao serviço do Lens. Em 2007, após apenas ter feito um jogo pela equipa principal do clube gaulês, Taarabt mudou-se para Inglaterra, onde foi representar o Tottenham.

No clube londrino, Taarabt permaneceu durante duas épocas e meia, mas apenas fez 16 jogos oficiais pelos “spurs”, tendo naturalmente saído do Tottenham a meio de 2008/09, mudando-se para o QPR, onde começou por estar por empréstimo, mas onde acabou por se transferir de forma definitiva.

Peça fundamental da subida do QPR à Premier League

Chegado ao Queens Park Rangers a meio de 2008/09, o médio criativo haveria de começar a criar impacto em 2009/10, quando fez 44 jogos e marcou 7 golos pelo clube londrino, ajudando-o a atingir um tranquilo décimo terceiro lugar no “Championship.”

No entanto, se essa temporada já tinha sido positiva, 2010/11 haveria de ser a temporada da explosão do internacional marroquino, que capitaneou o QPR para a conquista do “Championship” e consequente subida à Premier League. Nessa época, Taarabt marcou 19 golos em 44 jogos e foi eleito o melhor jogador do escalão secundário inglês.

No defeso de 2011/12, o internacional marroquino teve inúmeros clubes interessados no seu concurso, mas acabou por permanecer no QPR, onde, no início da época, pareceu algo afectado por esse assédio e por ter perdido a braçadeira de capitão para o recém-contratado Joey Barton. Nesse seguimento, o jogador vem fazendo uma temporada abaixo de 2010/11, não tendo ainda marcado nenhum golo na Premier League, ainda que, nos últimos desafios, se note um claro crescendo de forma do internacional marroquino.

Médio criativo talentoso que faz duas posições

Adel Taarabt é um internacional marroquino (12 internacionalizações, 4 golos) que actua preferencialmente na posição “dez”, mas também pode actuar tranquilamente nas alas como extremo.

Rápido, tecnicamente evoluído e com uma estupenda capacidade de drible, trata-se de um desequilibrador nato, mostrando também excelente capacidade de passe, boa visão de jogo e um poderoso remate de meia-distância. Sem medo de enfrentar os adversários, trata-se de um jogador corajoso e que procura sempre assumir o jogo, mesmo quando as coisas não lhe estão a correr bem.

Neste momento, é o cérebro de todo o jogo ofensivo do QPR, mostrando, aos 22 anos, capacidade para dar um salto para um clube de muito maiores dimensões.

Read Full Post »

Ghazaryan é o "dez" da Arménia

No Metalurh Donetsk do campeonato ucraniano, actua um médio-ofensivo/segundo avançado arménio de grande qualidade e que pode dar um salto para um campeonato mais competitivo: Gevorg Ghazaryan.

Nascido a 5 de Abril de 1988 em Erevan, Arménia, Gevorg Ghazaryan iniciou a sua carreira profissional em 2006 no Pyunik Erevan, clube onde permaneceu até 2011, salvo curto empréstimo, em 2007, ao Banants Erevan.

No Pyunik, o atacante assumiu-se como peça importantíssima do representativo clube arménio, tendo marcado 43 golos em 117 jogos e ajudado o conjunto da capital da Arménia a conquistar cinco campeonatos, duas taças da Arménia e três supertaças.

Peça fundamental da Arménia já actua num campeonato mais competitivo

As grandes exibições do antigo “dez” do Pyunik fizeram com que se tornasse demasiado grande para o pouco competitivo campeonato arménio e, assim, foi com naturalidade que em 2011 trocou o Pyunik pelo Metalurh Donetsk da Ucrânia, clube onde vai conquistando o seu espaço, somando dois golos em dezassete partidas disputadas.

Essa mudança de ares, pode beneficiar directamente a sua carreira, mas também o futuro da própria selecção da Arménia, conjunto pelo qual Ghazaryan já soma 23 internacionalizações (6 golos) e onde pode subir ainda mais uns quantos níveis, agora que se transferiu para uma liga mais competitiva e que vai exigir muito mais dele.

Jogador para duas posições preferenciais 

Gevorg Ghazaryan é preferencialmente ou um médio-ofensivo, puro “dez”, num esquema só com um ponta de lança, ou, ao invés, um avançado de suporte caso a equipa opte por uma táctica com dois pontas de lança.

Rápido e muito inteligente nas movimentações, Ghazaryan gosta de deambular por toda a zona ofensiva, tendo muita qualidade técnica e no último passe. Muito criativo, o internacional arménio é um construtor de jogo, mas, ao mesmo tempo, sabe finalizar, sendo letal em zonas avançadas do terreno e um especialista em lances de bola parada.

Neste momento, com 23 anos, trata-se de um elemento que ainda tem muito por onde evoluir, esperando-se que o campeonato ucraniano seja o primeiro passo para uma grande carreira internacional.

Read Full Post »

Giuliano apresentado no Dnipro

Na liga ucraniana, mais concretamente no Dnipro, actua um médio-ofensivo brasileiro de boa qualidade técnica e interessante sentido de baliza: Giuliano.

Nascido a 31 de Maio de 1990 em Curitiba, Brasil, Giuliano Victor de Paula iniciou a sua carreira em 2007 no Paraná, onde se destacou como o melhor jogador da segunda divisão do campeonato brasileiro.

Essas boas exibições haveriam de lhe valer uma transferência para o Internacional de Porto Alegre em 2009 e, no clube gaúcho, o médio-ofensivo não desiludiu, pois marcou 21 golos em 102 jogos e foi peça importantíssima nas conquistas do campeonato gaúcho em 2009 e da Taça dos Libertadores em 2010.

Desde Janeiro deste ano, o médio criativo encontra-se na Ucrânia, onde apesar de já ter feito algumas boas exibições, ainda está claramente em período de adaptação.

Médio-ofensivo criativo e com sentido de baliza

Giuliano é um jogador que gosta de actuar nas costas do ponta de lança, naquilo a que usualmente chamamos de “dez”, ainda que tenha um sentido de baliza um pouco mais evoluído que o normal.

Além de rápido, tecnicamente evoluído e com boa visão de jogo, trata-se de um jogador com boa mobilidade, sabendo deambular pelo sector ofensivo na procura de espaços para criar ou finalizar uma jogada ofensiva.

Não sendo propriamente forte fisicamente (1,72 metros e 68 quilos), também não é daqueles jogadores que desiste ou cai ao primeiro toque, sabendo esquivar-se dos choques e tornando-se muito difícil de marcar pelos defesas contrários.

Neste momento, com 21 anos e já internacional brasileiro, trata-se de um jogador de enorme futuro e que, por certo, após a adaptação total ao clube de Dnipropetrovsk, irá transferir-se para um clube de maiores pergaminhos.

Read Full Post »

Barrientos equipado à Vitória

Um dos novos reforços do Vitória de Guimarães é um jovem e talentoso médio-ofensivo uruguaio, que acaba de chegar do Racing de Montevideu: Jean Barrientos.

Nascido a 16 de Setembro de 1990 em Montevideu, Uruguai, Jean Pierre Augustín Barrientos Díaz iniciou a sua carreira profissional em 2009/10, efectuando vinte e três jogos oficiais pelo Racing de Montevideu e marcando três golos.

Apesar de muito jovem, o uruguaio explodiu decisivamente na temporada transacta, assumindo-se como um jogador importantíssimo da equipa da capital do Uruguai, marcando oito golos em vinte e nove jogos e ajudando o Racing a atingir o décimo-segundo lugar na tabela agregada (13º no Apertura e 5º no Clausura).

Médio-ofensivo com excelentes atributos técnicos

Jean Barrientos é o puro “dez” ideal para actuar atrás de um ponta de lança num 4x3x3 ou 4x2x3x1, pois é um daqueles médios de ataque que gosta de aparecer em zonas de tiro, até porque tem um bom pontapé de meia distância.

Tecnicamente refinado, é, ainda assim, um jogador que não vira a cara à luta, procurando constantemente a bola e sabendo ajudar em missões defensivas sempre que necessário.

Móvel e com excelente visão de jogo, trata-se, em suma, de um jogador bastante interessante para os minhotos e que deverá assumir-se como um jogador muito importante na campanha vimaranense (2011/12).

Read Full Post »

Older Posts »