Feeds:
Artigos
Comentários

Posts Tagged ‘Paulo Lopes’

Paulo Lopes está de regresso ao Benfica

Um dos novos reforços do Benfica chega ao clube encarnado não para ser titular, mas para ser uma opção de qualidade e, ao mesmo tempo, de baixo custo,  como suplente de Artur Moraes: Paulo Lopes.

Paulo Jorge Pedro Lopes nasceu a 29 de Junho de 1978 em Mirandela, tendo iniciado a sua carreira nas camadas jovens do Mirandela e passado para o Benfica em 1995. Na época de 1997/98, foi incluído no plantel encarnado, todavia, tanto nessa época, como na seguinte não efectuou qualquer jogo oficial.

Em 1999/00, foi emprestado ao Gil Vicente, mas apenas realizou 19 minutos ao longo de toda a época, apenas conseguindo jogar com regularidade em 2000/01 (25 jogos pelo Barreirense) e 2001/02 (26 jogos pelo Benfica B), curiosamente duas temporadas em que jogou na II Divisão B.

Em 2002/03, transferiu-se para o Salgueiros, realizando 63 jogos em duas temporadas ao serviço de um clube nortenho então na Liga de Honra. Esses bons números, permitiram-lhe a transferência para o Estrela da Amadora, clube onde começou na Liga de Honra, mas onde, nas duas temporadas seguintes, conseguiu finalmente jogar no primeiro escalão do futebol nacional.

Após 36 jogos pelo clube da Reboleira, Paulo Lopes transferiu-se para o Trofense em 2007/08, representando o clube da Trofa por duas temporadas, sendo a primeira no segundo escalão e a segunda na primeira divisão. No Trofense, o guarda-redes realizou 54 jogos.

Em 2009/10, Paulo Lopes mudou-se para o Feirense, clube que representava de há três épocas para cá e onde foi sempre titular. De facto, no clube de Santa Maria da Feira, Paulo Lopes conseguiu efectuar 92 jogos e garantir, agora, uma transferência para o Benfica.

Como joga?

Paulo Lopes é um guarda-redes bastante seguro, que demonstra boa colocação entre os postes, excelente elasticidade e segurança no jogo aéreo, mesmo não sendo um futebolista muito alto.

Mais eficaz que espectacular, Paulo Lopes é também um bom condutor do sector defensivo, sabendo controlar bem a linha defensiva que tem à sua frente com uma incisiva voz de comando.

Depois, aos 33 anos, pode ser uma alternativa de experiência a Artur e, ao mesmo tempo, ajudar na evolução daquele que deverá ser a terceira opção para a baliza: Mika.

Read Full Post »