Feeds:
Artigos
Comentários

Posts Tagged ‘Pinhalnovense’

Quinaz é um talento avense

Um dos segredos da boa campanha do Desportivo das Aves na Liga Orangina é um ala-esquerdo de excelente técnica individual, mas que só aos 26 anos parece estar a explodir no contexto futebolístico português: Quinaz.

Nascido a 18 de Junho de 1985 em Lisboa, Gonçalo Fílipe Carvalho Quinaz Pereira iniciou a sua carreira no Odivelas, clube que representou durante todas as camadas jovens e nos primeiros anos de sénior.

Em 2006/07, mudou-se para o Pêro Pinheiro, onde actuou no campeonato distrital de Lisboa, tendo na temporada seguinte subido um degrau na sua evolução, transferindo-se para o Atl. Cacém, onde disputou a terceira divisão nacional.

Excelente época no regresso a Odivelas

No Verão de 2008, Quinaz regressou ao Odivelas, o que significou nova ascensão no seu percurso, pois a equipa onde fez todo o seu percurso juvenil disputava a segunda divisão nacional. No Odivelas, arrancou para uma excelente época, marcando oito golos em trinta e três jogos e assumindo-se como uma peça fundamental da equipa.

O sucesso no Odivelas valeu-lhe uma transferência para o Pinhalnovense, onde, entre 2009 e 2011, cotou-se como um dos principais elementos do clube da margem sul, marcando um total de 17 golos em 54 jogos e garantindo a entrada do no futebol profissional no último defeso de Verão, graças a uma transferência para o Desportivo das Aves.

Na sua primeira experiência nortenha e, também, nos campeonatos profissionais, o extremo não tem acusado a pressão, tornando-se numa das figuras da equipa que se encontra em terceiro lugar na Liga Orangina, somando cinco golos em dezasseis jogos e pincelando cada actuação com pormenores de classe.

Extremo-esquerdo talentoso que também pode jogar a “dez”

Quinaz é preferencialmente um extremo-esquerdo de grande qualidade individual, que faz da velocidade, técnica e imprevisibilidade os seus mais importantes predicados.

Sem medo de enfrentar o jogo e o adversário, Quinaz é daqueles jogadores que tem a capacidade de empolgar a bancada e a própria equipa, sendo daqueles jogadores que acrescentam sempre um toque de classe ao jogo.

Forte no um contra um e com um pé esquerdo de superior talento, o jogador do Aves também pode actuar na posição “dez”, ainda que seja claramente encostado ao flanco canhoto do ataque que mais renda e potencie as suas qualidades.

Neste momento, com 26 anos, o jogador que muitos dizem lembrar a espaços Di María, está na maturação ideal para um novo salto. Veremos se algum clube primodivisionário lhe garante essa oportunidade.

Read Full Post »

Carlos Bueno não vingou em Alvalade

Foi uma passagem fugaz, de apenas uma época desportiva, e acabou por estar longe de cumprir com as elevadas expectativas que rodearam o avançado uruguaio à chegada a Portugal. Avançado de renome e que tinha se assumido como grande goleador no Peñarol, Carlos Bueno apostava forte neste empréstimo ao Sporting após o fracasso na primeira incursão no futebol europeu ao serviço do Paris Saint-Germain. No entanto, a temporada ao serviço do clube de Alvalade foi marcada por muitos golos desperdiçados e apenas uma noite de glória, diante do Nacional, quando marcou quatro golos e ficou conhecido, momentaneamente, por “Kinder Bueno!”

Produto das escolas do Peñarol

Carlos Heber Bueno Suárez nasceu a 10 de Maio de 1980 em Artigas, Uruguai, e iniciou a sua carreira desportiva no Peñarol, clube que representou até 2005.

No gigante de Montevideu, Carlos Bueno actuou na equipa principal durante seis anos, tendo apontado 73 golos em 135 jogos e assumindo-se como uma das grandes figuras do Peñarol. Essas boas exibições, valeram a transferência para o futebol europeu e para o PSG, clube que o anunciou como reforço para a época 2005/06.

Fracasso na Europa em PSG e Sporting

A experiência do internacional uruguaio em Paris foi um fracasso absoluto, pois Carlos Bueno apenas fez 12 jogos e não conseguiu marcar qualquer golo pelo clube gaulês. Assim sendo, entendeu-se por bem emprestar o avançado uruguaio e, assim, Carlos Bueno foi emprestado ao Sporting, que precisava de um goleador e não tinha dinheiro para se aventurar de forma mais efectiva no mercado de transferências.

Em Alvalade, todavia, o (in)sucesso foi o mesmo, com o jogador a destacar-se mais pelos golos que falhou que pelos que marcou, ainda que ao contrário da passagem pelos franceses, Bueno ainda tenha feito golos no Sporting.

No entanto, o “poker” ao Nacional, os dois golos ao Pinhalnovense para a Taça de Portugal e um golo diante do Spartak Moscovo, em jogo da “Champions”, foi manifestamente pouco para as expectativas que se criaram à volta do internacional uruguaio que, assim, abandonou a equipa portuguesa sem grande glória no final da temporada 2006/07.

Só o Peñarol fez renascer Carlos Bueno

Depois de uma má experiência no Boca Juniors, o internacional uruguaio regressou ao Peñarol, onde voltou a reencontrar o caminho do golo e do sucesso.

Entre Janeiro de 2008 e o Verão de 2009, Carlos Bueno marcou 17 golos em 35 jogos pelo gigante uruguaio, transferindo-se em 2009/10 para a Real Sociedad, então no segundo escalão do futebol espanhol.

No clube basco, Bueno foi importantíssimo na campanha que levou a Real Sociedad de volta ao primeiro escalão, marcando 12 golos em 33 jogos e tornando-se um dos preferidos dos adeptos donostiarras.

Depois do País Basco, o atacante actualmente com 31 anos ainda esteve seis meses no Universidad do Chile e, desde Dezembro de 2010, representa os mexicanos do Querétaro, onde já soma 12 golos em 22 jogos, mantendo a elevada veia atacante que o tem caracterizado nos últimos tempos.

Read Full Post »

Quando muito boa gente acreditava numa final de Taça entre Sporting e o detentor da prova FC Porto, eis que o sorteio lhes pregou uma partida e colocou, nos quartos de final, dragões e leões a defrontarem-se no Estádio do Dragão. Este será o prato forte da ronda e, para muitos, uma espécie de final antecipada da prova.
Ainda assim, não aceito muito bem essa designação, até porque o líder do campeonato é outro e dá pelo nome de Sporting de Braga. Os arsenalistas, por sua vez, recebem o Rio Ave e são favoritos para chegarem às meias finais da competição.
Já o finalista vencido da época passada, o Paços de Ferreira, irá receber o secundário D. Chaves e, na teoria, é favorito, todavia, os flavienses já provaram que não são uma presa fácil.
Por fim, o jogo aparentemente menos emocionante será o desafio que colocará frente a frente, Pinhalnovense da II divisão e a Naval. Contudo, neste encontro, a emoção passa pelo facto da equipa secundária jogar em casa e, como tal, poder agigantar-se e, quiçá, fazer taça. Os verdadeiros amantes do futebol (menos os navalistas claro) torcem por isso…

Quartos de Final (02/02/2009)

FC Porto vs Sporting
Sp. Braga vs Rio Ave
P. Ferreira vs Chaves (LH)
Pinhalnovense (II) vs Naval

Read Full Post »

Sempre gostei da Taça de Portugal. Sempre gostei de ver aquelas equipas do escalão secundário a ombrearem com os grandes clubes e, por vezes, até a derrubá-los, ganhando um lugar eterno na história do futebol português.
Desde sempre, a prova rainha do futebol nacional foi, também, a mais democrática. Clubes como o V. Setúbal, Braga, Leixões, Académica e Beira-Mar “aproveitaram-na” para escrevem o seu nome no livro de conquistas do futebol português. A Taça teve, na verdade, sempre esse condão. Uma fuga à monotonia das conquistas, um fugaz combate à ditadura que os três grandes sempre assumiram no nosso desporto rei.
Todos lembramos clubes como o Gondomar, o Tirsense ou o Atlético com um enorme sorriso. Todos ansiamos por saber quem poderá ser o novo tomba gigantes, o novo nome que nos garante que o futebol não é, nunca foi, nem nunca será uma ciência exacta e continuará sempre a ter essa magia.
Hoje têm início os oitavos de final e, curiosamente, o Mafra até vai a Alvalade…

Oitavos de Final (Taça de Portugal 2009/10)

Hoje:
Camacha (II) vs Pinhalnovense (II) 15h
Nacional vs Paços de Ferreira 16h
Aliados (II) vs Naval 16h
Rio Ave vs V. Guimarães 19h
Freamunde (LH) vs Sp. Braga 19:30h
Belenenses vs FC Porto 20:45h
Sporting vs Mafra (II) 21h

Domingo:
D. Chaves (LH) vs Beira-Mar (LH)

Read Full Post »