Feeds:
Artigos
Comentários

Posts Tagged ‘Ronaldo’


Hulk é muitas vezes imparável

Hoje li que Hulk estava a ser ponderado como possibilidade para ser convocado para o particular do Brasil diante da Argentina e, até aqui, tudo estava bem. Afinal, o avançado do FC Porto conta, esta temporada, com 13 golos em 13 jogos, gerando uma média de um golo por jogo. No entanto, depois li o porquê da convocatória e fiquei estupefacto. Citando Mano Menezes: “Tem uma característica diferente dos nossos outros atacantes: força física. Não tem o talento que tem o Coutinho, o Neymar ou até o Nilmar, mas destaca-se na força. Quando pensarmos em alguém assim, ele estará lá…”

Portanto, o seleccionador brasileiro refere-se a Hulk como um poço de força e pouco mais, ponderando apenas a sua convocatória com uma possibilidade de muscular o ataque canarinho perante certo tipo de adversários que o exigem. Ora, esta ideia transparecida por Mano Menezes leva-me a pensar que, ou o seleccionador brasileiro viu apenas um ou dois jogos de Hulk e limita-se a falar quase de cor sobre o avançado portista (apesar de ser grave, trata-se apenas de desleixo) ou, ao invés, viu bastantes jogos do avançado e, simplesmente entende que Hulk não é mais que um jogador forte e poderoso ao estilo do Júlio Baptista (neste caso revela uma incapacidade extrema na análise de um atleta e já é do capítulo da incompetência).

Neste momento, Hulk, é, possivelmente, o jogador brasileiro em crescimento com maior capacidade de atingir o topo e já começou a limar alguns aspectos em que, no passado, pecava como eram a excessiva impetuosidade na abordagem de alguns lances e o mau timing na decisão de passe, drible ou remate. Agora, o internacional canarinho começou a tornar-se um amigo do colectivo portista.

Os golos que tem feito ultimamente, com destaque para o segundo diante do Besiktas e o chapéu ao leiriense Gottardi, demonstram todo o talento de um jogador que tem velocidade, explosão, força, técnica, inteligência e drible, num misto quase impossível de obter num só atleta e que o começa a aproximar dos tempos do Ronaldo (Fenómeno) no Barcelona de Bobby Robson.

Obviamente que o caminho a trilhar por Hulk para chegar ao patamar que atingiu o actual atacante do “Timão” ainda é longo e passível de nunca ser alcançado, porém, neste momento, o atacante do FC Porto está bastante longe (para muito melhor) da ideia do avançado forte que Mano Menezes quis vender.

Hulk é neste momento um talento que vale o bilhete, um jogador que colocou a fanática torcida de um dos maiores clubes de Istambul a bater-lhe palmas em sinal de admiração, um avançado que, por certo, continuará a seguir o seu caminho rumo a ser um dos melhores jogadores do actual contexto futebolístico e, contra isso, não haverão maus juízos de Mano Menezes ou inexplicáveis ausências na convocatória brasileira para o impedir.

Anúncios

Read Full Post »

Nani - um criativo

Nani - um criativo

Para os três lugares de ataque da selecção nacional, Ronaldo e Liedson têm o seu lugar garantido. Nani espreita o restante lugar.

Luís Carlos Almeida da Cunha (23 anos), mais conhecido como Nani, é um extremo desiquilibrador e criativo. que joga num dos maiores clubes do mundo: o Manchester United.

Começou a jogar no Real Massamá, mas cedo rumou a Alvalade, onde completou os escalões de formação. Após aparecer na equipa principal do Sporting em 2005/06 deu nas vistas e acabou transferido para o campeonato inglês, na temporada 2007/08, por 25 milhões de Euros. Em Inglaterra, tem variado entre rasgos de génio e momentos menos conseguidos. Tanto é colocada em causa a sua continuidade no clube, como é considerado uma peça importante, capaz de decidir um jogo.

De Nani tudo se pode esperar. Desde um jogo apagado, em que nada parece sair bem, como um jogo fenomenal, cheio de magia e lances decisivos. A irregularidade das suas exibições tem-lhe dificultado a afirmação em definitivo na mais alta roda do futebol europeu, mas a sua recente boa forma pode ser premiada, com uma oportunidade de brilhar, como titular, no campeonato da África do Sul.

Nani joga preferencialmente como extremo, mas adapta-se facilmente a posições de interior ou segundo avançado. É um jogador de grande mobilidade, inteligência e boa leitura de jogo, tanto a atacar como a defender. No entanto, não é um jogador muito táctico. Pelo contrário, é um criativo, que procura desequilibrar com rasgos e momentos inesperados. Finta bem e tem uma aceleração que pode causar problemas sérios perante defesas mais lentos ou rígidos. A qualquer momento do jogo, dos seus pés pode sair um grande golo, um rasgo individual, que desequilibra uma defesa, ou um um toque mágico a isolar um companheiro.

Pode ser um jogador muito importante na selecção, quer num 4-3-3 aberto nas alas, como num 4-4-2 losango cheio de mobilidade. Em jogos mais tácticos, pede-se que seja sacrificado, mas noutros, em que seja necessário maior criatividade para romper defesas, ou momentos que seja necessário apostar no contra-ataque, a criatividade e velocidade de Nani fazem com que seja uma peça a ter em conta no xadrez de Queirós.

 

Edit: Infelizmente, Nani não poderá dar o seu contributo à selecção, por ter sofrido um  traumatismo na clavícula esquerda. Para o seu lugar, foi chamado Ruben Amorim.

Read Full Post »