Feeds:
Artigos
Comentários

Posts Tagged ‘Wilmar Jordán’

Wilmar brilhou na Búlgaria

Wilmar brilhou na Búlgaria

Um dos jogadores que tem sido incessantemente apontado ao Sporting nos últimos dias é o ponta de lança colombiano Wilmar Jordán Jil, futebolista que actualmente milita no futebol chinês, mais concretamente no Tianjin Teda, emblema orientado pelo conceituado treinador holandês Arie Haan.

Trata-se de um atacante nascido a 17 de Outubro de 1990 em Medellín, Colômbia, mas que acabou por iniciar a sua carreira profissional na vizinha Venezuela, com a camisola do Monagas, emblema pelo qual somou 19 golos em 35 jogos da primeira divisão local em 2009/10.

Herói na Bulgária, sombra na Ásia

Esse impacto imediato acabou por valer a Wilmar Jordán um salto para o emergente campeonato sul-coreano, mas a verdade é que o colombiano acabou por não revelar o mesmo apetite goleador na K-League, somando, entre 2011 e 2012, 32 jogos e cinco golos pelo Gyeongnam e, no ano seguinte, apenas dois jogos pelo Seongnam.

Perante este estado de coisas, foi sem grande surpresa que o ponta de lança mudou radicalmente de ambiente no Verão de 2013, transferindo-se para o Litex, onde, até Fevereiro de 2015, foi claramente a grande figura do campeonato búlgaro, ou não tivesse somado um total de 35 golos em 64 jogos oficiais.

De moral novamente elevada pelo brilho obtido na Europa, Wilmar Jordán voltou a abraçar um projecto asiático, desta feita nos chineses do Tianjin Teda, clube que representa desde o momento em que abandonou o Litex e pelo qual não está a conhecer grande sorte, uma vez que soma apenas um golo em 11 jogos, dando a ideia que não se dá bem com os ares do Oriente.

Lembra Jimmy

Wilmar Jordán é um ponta de lança muito possante (1,80 metros, 82 quilos) e que por isso se revela como um verdadeiro terror para os defesas, que têm grandes dificuldades nos confrontos directos com o colombiano, que ainda para mais é muito efectivo em receber a bola das costas para a baliza e em rodar sobre os defesas.

Móvel e inteligente na forma como gere a linha de fora de jogo, o ponta de lança lembra, com as devidas (grandes) distâncias, o ex-internacional holandês Jimmy Floyd Hasselbaink, até porque é igualmente bom na hora de rematar à baliza, sendo dono de um poderoso e colocado remate de pé direito.

Os principais lacunas do colombiano, por outro lado, passam pela falta de velocidade e explosividade, assim como pelo facto de estar muito longe de ser tecnicamente evoluído, embora domine os aspectos básicos.

Conseguirá brilhar em Portugal?

Ainda assim, e mesmo que revele algumas qualidades, a verdade é que o colombiano ainda não se conseguiu impor longe de campeonatos de menor importância como o venezuelano e búlgaro, tendo perdido brilho em campeonatos como o sul-coreano e o chinês, que nem são especialmente poderosos.

Nesse seguimento, nada garante que Wilmar Jordán tenha condições de se impor imediatamente num clube como o Sporting e num campeonato como o português, sendo um eventual investimento verde-e-branco talvez apenas justificado pelo baixo custo de transferência (cerca de 700 mil euros) e pelos 24 anos do atleta ainda fazerem crer que haverá espaço para uma evolução clara junto de um “mago” como Jorge Jesus.

Read Full Post »