Feeds:
Artigos
Comentários

Archive for Dezembro, 2012

José Mourinho joga o presente e futuro na "Champions"

Mourinho joga o presente e futuro na “Champions”

O Sorteio dos oitavos de final da Liga dos Campeões colocou o Real Madrid no caminho do Manchester United naquele que, provavelmente, é o duelo mais interessante da prova, pois o outro grande desafio (BarcelonaxMilan), acaba por ser apenas um confronto entre dois nomes do passado, pois, actualmente, o Barça é uma equipa infinitamente superior aos “rossoneri”.

No entanto, mais que um grande jogo entre o actual líder da Premier League e o campeão em título da Liga Espanhola, defrontam-se dois antigos rivais da Liga Inglesa, José Mourinho e Alex Ferguson, além de que, mais do que tudo isso, este é um confronto entre o actual e o que muitos dizem futuro treinador do Manchester United.

De facto, existe uma crescente e forte corrente de opinião, entre jornalistas, futebolistas e treinadores do Reino Unido, que defende que José Mourinho é o homem ideal para abraçar o lugar de Alex Ferguson em 2013/14 (ou 2014/15) quando Sir Alex se retirar da sua extensa e gloriosa carreira.

Curiosamente, este duelo surge numa altura em que o Real Madrid já perdeu o campeonato (13 pontos não são recuperáveis no contexto actual da Liga Espanhola) e em que a posição de José Mourinho está cada vez mais fragilizada. De facto, e porque a Taça do Rei conta pouco para a exigente família merengue, só a Liga dos Campeões pode salvar a pele do treinador português.

Na verdade, a ironia começa aqui. José Mourinho dificilmente resistirá a uma eliminação nos oitavos de final da “Champions”, pois sem campeonato espanhol para ganhar e com o fim do percurso europeu, o “Special One” torna-se um treinador demasiado caro para as ambições reduzidas até ao final da temporada 2012/13. Além disso, será o segundo ano consecutivo sem conseguir o tão ambicionado sucesso europeu e isso, valha a verdade, deverá ser fatal para Mourinho.

Assim sendo, o treinador português pode acabar por cair na “Champions” e no Real Madrid com a equipa que muitos avançam que pode ser a sua futura equipa, criando um paradoxo que pode fomentar uma mudança de paradigma. De facto, uma coisa são os “red devils” avançarem para um treinador de sucesso presente e que se assuma como alternativa equiparada a Sir Alex, outra, ao invés, é avançarem para um treinador despedido e que, curiosamente, até caiu com o Manchester United.

Obviamente que tudo isto são suposições e o Real Madrid tem todas as condições para superar o conjunto inglês e, inclusivamente, avançar até à conquista da Liga dos Campeões, todavia, esta partida com o Manchester United acaba por ser muito mais que uma eliminatória da “Champions”, tendo o condão de jogar com o presente e futuro do melhor treinador português de sempre.

Anúncios

Read Full Post »

Stefanovic no Santa Clara

Stefanovic no Santa Clara

Na equipa B do FC Porto actua um guarda-redes sérvio de grande talento e potencial, que já levava um ano de futebol português ao serviço do Santa Clara: Igor Stevanović.

Igor Stefanović nasceu a 17 de Julho de 1987 em Svrljig, Sérvia, e iniciou a sua carreira no Radnicki Nis, clube onde se estrou profissionalmente em 2004/05. Nesse modesto clube sérvio, o guarda-redes haveria de fazer 51 jogos oficiais, até se transferir para o Zemun a meio da temporada 2006/07.

A partir desse momento, o guarda-redes passou a actuar com menos frequência, tendo passado também por clubes como o FK Vozdovac e o Borac, antes de chegar aos macedónios do Rabotnicki em 2010/11. Nesse clube de Skopje, Igor Stefanović fez 14 jogos e as suas boas exibições valeram-lhe uma transferência para o Santa Clara.

No clube açoreano, o guarda-redes sérvio foi titularíssimo (38 jogos) em 2011/12, chamando à atenção do FC Porto, que o contratou para esta temporada de 2012/13, colocando-o na recém-criada equipa B azul-e-branca, onde já leva 15 jogos realizados.

Como joga?

Igor Stefanović é um guarda-redes de grande porte atlético, mostrando-se eficaz e destemido nos lances aéreos. Inteligente no posicionamento e elástico, o sérvio é capaz de defesas de grau de dificuldade muito elevado, ainda que prefira a segurança e a sobriedade à espectacularidade.

Neste momento, com 25 anos, e com grande potencial, trata-se de uma aposta de futuro dos azuis-e-brancos que, por certo, acreditam que o sérvio poderá chegar à equipa principal em breve.

Read Full Post »

Gabriel é uma pedra preciosa do miolo baiano

Gabriel é uma pedra preciosa do miolo baiano

No Bahia do principal campeonato brasileiro actua um fantástico médio-ofensivo que já poderia estar a actuar no mais intenso e competitivo futebol europeu: Gabriel.

Nascido a 6 de Janeiro de 1990, Gabriel Santana Filho actua na principal equipa do Bahia desde 2011, somando 78 jogos e 13 golos em todas as competições disputadas pelo conjunto baiano.

Com a lendária camisola oito do mítico Bobô, Gabriel tem se assumido como uma pérola do miolo do Bahia, sendo considerado uma das revelações do Brasileirão de 2012.

Médio-ofensivo de enorme talento

Gabriel é caracterizado pelos cruzamentos e passes precisos, velocidade e boa capacidade técnica. Normalmente, actua como médio-ofensivo ou interior-direito, sendo perigosíssimo tanto na construção de jogo, como nas diagonais que faz para desequilibrar e/ou finalizar.

Inteligente em termos tácticos, tanto dá a largura que a equipa precisa, como ocupa os espaços interiores do campo se necessário, sabendo gerir como poucos os tempos de jogo.

Neste momento, aos 23 anos, trata-se de uma pérola que ainda pode ser mais lapidada, sugerindo-se que os clubes europeus se lembrem e avancem para a aquisição deste enorme talento.

Read Full Post »

Luís Vaz é um médio de talento

Luís Vaz é um médio de talento

Já elogiei bastante a equipa de Iniciados A do Sporting, pois esta, principalmente do meio-campo para a frente, contém talentos para dar e vender, saltando à vista os nomes de Moreto Cassamá, Hélder Almeida, Idrisa Sambú, Gonçalo Agrelos, Leonardo Almeida, entre outros exemplos, como o futebolista que vamos falar hoje: Luís Vaz.

Nascido a 24 de Janeiro de 1998, Luís Miguel Santos Vaz encontra-se no Sporting desde 2011/12, assumindo-se como titular da equipa de Iniciados A, onde alterna entre a posição seis e a oito.

Mais efectivo a “oito”

Observei várias vezes “in loco” as actuações de Luís Vaz e devo admitir que o vi muito mais vezes na posição de médio-defensivo que de médio-centro, o vulgo “oito”

Contudo, fiquei muito mais impressionado com Luís Vaz na posição oito e com Bruno Paz nas suas costas como “trinco”, pois o jovem de 14 anos libertou-se muito mais, aliando a boa capacidade defensiva e de recuperação de bolas, a uma efectiva qualidade nas transições defesa/ataque e na capacidade de empurrar a equipa para a frente.

Por outro lado, quando actua a “seis”, Luís Vaz parece mais preso e como que se lhe cortassem um pouco as pernas naquilo que pode e sabe fazer, percebendo-se que o médio-centro leonino aprecia a maior liberdade associada à posição “oito”

Com excelente pulmão, boa capacidade de passe e inteligência na ocupação de espaços, trata-se de um elemento que pode evoluir num jogador de grande futuro no espectro da formação leonina.

Read Full Post »

Agrelos é um talento verde-e-branco

Agrelos é um talento verde-e-branco

A equipa de Iniciados A do Sporting, bem orientada por Telmo Costa, possui elementos muito talentosos (principalmente no meio-campo e ataque), sendo Gonçalo Agrelos um desses excelentes exemplos.

Nascido a 18 de Fevereiro de 1994, Gonçalo Agrelos encontra-se no Sporting desde a sua génese futebolística, desenvolvendo agora o seu futebol na equipa de Iniciados A verde-e-branca.

Avançado tecnicista

Apesar do inegável talento, talvez ainda seja difícil definir a posição exacta onde Gonçalo Agrelos terá condições de vingar no futebol profissional, todavia, as suas características parecem indicar que o jovem leão se desenvolva como extremo.

Rápido, muito evoluído tecnicamente e insuperável em lances de um contra um, Gonçalo Agrelos é um jogador muito perigoso quando encostado a um flanco, ainda que, mais que um extremo puro, funcione mais como um avançado (esquerdo ou direito) que procura constantemente zonas centrais para finalizar.

Nesse capítulo, o do remate, o futebolista verde-e-branco é exímio, sendo, assim, aos 14 anos, um futebolista com um enorme potencial para vingar.

Read Full Post »

Fábio Sturgeon faz lembrar Jorge Cadete

Fábio Sturgeon faz lembrar Cadete

Na equipa de Juniores do Belenenses actua um avançado luso-britânico muito interessante e que, a espaços, faz lembrar o início de carreira do raçudo Jorge Cadete: Fábio Sturgeon.

Nascido a 4 de Fevereiro de 1994 em Almada, Portugal, e filho de um cidadão inglês, Fábio Sturgeon iniciou a sua carreira no Charneca da Caparica, tendo posteriormente passado para o Pescadores, antes de chegar ao Belenenses em 2010/11.

Nos azuis, o avançado mantém-se até este momento, sendo uma das principais figuras do ataque da equipa de Juniores do Belenenses.

Avançado rápido e de fibra

Fábio Sturgeon é aquilo que na gíria futebolística podemos considerar um 9,5, ou seja, um jogador que actua nas costas do ponta de lança, acabando por açambarcar características de médio-ofensivo e de ponta de lança ao mesmo tempo.

Rápido, raçudo e com um pulmão impressionante, o avançado belenense é um jogador que deambula por todo o ataque na procura de zonas onde possa criar desequilíbrios, revelando uma boa técnica, boa qualidade de passe e excelente capacidade nos lances de um contra um.

Também um excelente finalizador, Fábio Sturgeon é, portanto, um avançado-centro bastante completo e que até já motivou as observações do seleccionador inglês sub-19 Noel Blake. Veremos se os responsáveis portugueses estão atentos, ou se, ao invés, corremos o risco de perder um talento para a selecção dos três leões.

Read Full Post »